Variante Delta da covid-19 circula em 92 países e é fonte de preocupação, diz OMS

© Shutterstock

A variante Delta do coronavírus circula atualmente em 92 países. A informação foi dada pela líder técnica da resposta da Organização Mundial de Saúde (OMS) à pandemia de covid-19, Maria Van Kerkhove, em entrevista coletiva da entidade. "Essa cepa tem demonstrado uma maior taxa de contaminação, mas ainda não temos conhecimento de que sua taxa de mortalidade seja mais elevada", afirmou.
 
A epidemiologista americana reforçou que as medidas de distanciamento e saúde pública funcionam na prevenção contra a cepa. "Ainda estamos aprendendo, mas estamos preocupados, uma vez que a variante Delta tem continuamente se espalhado de maneira rápida pelos países."

Kerkhove ressaltou que estudos demonstram que as vacinas já existentes são eficazes contra a cepa Delta, ainda que ocorra redução da neutralização do vírus. Mas pontuou que é possível que, em algum momento, "haja uma constelação de variantes e que as vacinas percam sua eficácia".

OMS debaterá riscos da covid-19 na Olimpíada com Japão e COI

Foto: Pawel Kopczynski/Reutes/Direitos Reservados

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse nesta última segunda-feira (21) que debaterá com autoridades do Japão e o Comitê Olímpico Internacional (COI) como administrar os riscos da covid-19 depois que os organizadores anunciaram que alguns espectadores poderão assistir presencialmente aos Jogos de Tóquio.

Mike Ryan, chefe do programa de emergências da OMS, disse que as taxas de infecção japonesas estão caindo e que os números são favoráveis na comparação com outros países que têm realizado eventos de larga escala.

Até 10 mil espectadores serão aceitos nos locais de competição da Tóquio 2020, disseram os organizadores da Olimpíada nesta segunda-feira, uma decisão que se chocou com a recomendação de alguns especialistas, que alertaram que realizar o evento sem torcedores seria a opção menos arriscada.

Covid-19: Casos ativos voltam a cair na Bahia após seis dias seguidos de crescimento

Foto: Paula Fróes / GOVBA

O número de casos ativos da Covid-19 na Bahia voltaram a regredir nesta última segunda-feira (21), após seis dias consecutivos de crescimento. Nas últimas 24 horas, a quantidade de contaminados pelo novo coronavírus no estado caiu de 17.114 para 16.407, conforme dados publicados no boletim epidemiológico da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab).

Os 10 municípios baianos com mais casos ativos da doença, de acordo com o governo do estado, são Salvador (1.652), Feira de Santana (648), Vitória da Conquista (511), Guanambi (415), Itabuna (391), Paulo Afonso (338), Barreiras (292), Alagoinhas (271), Santo Antônio de Jesus (270) e Lauro de Freitas (245).

Também nas últimas 24 horas, a Bahia confirmou 2.160 novas contaminações pelo novo coronavírus e 77 mortes em decorrência da infecção. No total, desde o início da pandemia, o estado acumula 1.099.499 casos confirmados da Covid-19 e 23.254 óbitos pela doença.

Queiroga promete chegada de 1,5 mi de doses de vacina da Janssen para esta terça

Foto: Walterson Rosa/Ministério da Saúde

Um lote com 1,5 milhão de doses da vacina da Janssen contra a Covid-19 deve chegar ao Brasil nesta terça-feira (22), conforme anúncio feito ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, nesta última segunda-feira (21). 

A quantidade é metade do previsto para chegar na semana passada. A data original de entrega era dia 8 de junho. Diferentes das demais vacinas em uso no Brasil, a vacina da Janssen requer a aplicação de apenas uma dose para garantir a imunização.

O Ministério da Saúde tem contrato com a Janssen para compra de 38 milhões de doses do imunizante.

Mulher é morta com golpes de faca pelo companheiro no interior da Bahia; polícia investiga o caso

Imagem Ilustrativa

Uma mulher foi morta com golpes de faca pelo companheiro, no domingo (20), na cidade de Cravolândia, no Vale do Jiquiriçá, no interior da Bahia. A informação é da Polícia Civil.

De acordo com a polícia, a vítima foi identificada como Adriana Jesus Ferreira, de 45 anos.

Além disso, um homem também ficou ferido na ação. A polícia, no entanto, não detalhou o estado de saúde dele.

MP-BA expede recomendações para coibir festejos juninos em outras cinco cidades baianas; veja

Foto: Reprodução/TV Bahia

O Ministério Público estadual (MP-BA) expediu, quinta-feira (17), duas recomendações para coibir os festejos juninos em cinco cidades baianas: Cícero Dantas, Fátima, Heliópolis, Paripiranga e Adustina.

De acordo com o órgão estadual. A medida tem como objetivo evitar aglomerações e, consequentemente, a disseminação da Covid-19.

Autor das recomendações, o promotor de Justiça Ariel José Nascimento, pede que sejam adotadas medidas eficazes para coibir a realização de festejos juninos, desde aumento da fiscalização, ações de conscientização da população à aplicação das medidas legais cabíveis pelas prefeituras, comandos da Polícia Militar e chefes das Guardas Municipais de cada localidade.

Bahia tem 2.160 novos casos de Covid-19 em 24h e contabiliza mais 77 mortes pela doença

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

A Bahia registrou 2.160 novos casos de Covid-19 nas últimas 24h, de acordo com boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), nesta última segunda-feira (21). Segundo o boletim, foram contabilizadas mais 77 mortes pela doença.

A Sesab ressalta que as mortes aconteceram em datas diversas, mas foram registradas no boletim desta segunda. Com os novos dados, a Bahia tem 23.254 óbitos pela doença, o que representa letalidade de 2,11%.

Dentre os óbitos, 55,79% ocorreram no sexo masculino e 44,21% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,95% corresponderam a parda, seguidos por branca com 22,24%, preta com 15,42%, amarela com 0,42%, indígena com 0,13% e não há informação em 6,84% dos óbitos.

O percentual de casos com comorbidade foi de 61,09%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,01%).

EUA divulgam plano para distribuir mais 55 milhões de vacinas contra Covid

Foto: Shannon Stapleton/Arquivo/Reuters

A Casa Branca apresentou nesta última segunda-feira (21) o plano para compartilhar mais 55 milhões de vacinas contra a Covid-19 em todo o mundo. América Latina e Caribe vão receber 14 milhões de doses — inclusive o Brasil.

Cerca de 75% das doses serão distribuídas via Covax Facility, programa de compartilhamento de vacinas contra a Covid-19 coordenado pela OMS (Organização Mundial da Saúde) e destinado a países pobres. Os outros 25% irão para "prioridades regionais".

As doses fazem parte da promessa do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, de doar 80 milhões de vacinas produzidas no país (60 milhões de doses da AstraZeneca e mais 20 milhões da Pfizer/BioNTech, da Moderna e da Johnson & Johnson).

A um dia do prazo, Câmara aprova texto de MP que viabiliza privatização da Eletrobras

Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados

A Câmara dos Deputados aprovou nesta última segunda-feira (21), por 258 votos a 136, o texto-base da medida provisória que viabiliza a privatização da Eletrobras, maior empresa de energia elétrica da América Latina.

Para concluir a votação, os deputados passaram a analisar os destaques, isto é, propostas que visam modificar o conteúdo da MP. Esta etapa não havia sido concluída até a última atualização desta reportagem.

A medida já havia sido aprovada pela Câmara, mas foi alterada pelos senadores e, com isso, precisou ser novamente votada pelos deputados.

Segundo o governo, a privatização pode reduzir a conta de luz em até 7,36%. Entidades do setor, no entanto, afirmam que a conta de luz vai ficar mais cara porque o texto prevê medidas que geram custos a ser pagos pelos consumidores.

Casos de Covid na Copa América aumentam 112% em relação ao último boletim

Foto: Divulgação / Federação Boliviana de Futebol

O número de casos de Covid-19 divulgados pela Conmebol, organizadora da Copa América, aumentou 112% em relação ao último relatório divulgado. Foram 140 casos de Covid-19 na Copa América, disputada no Brasil. O último comunicado do tipo, publicado na última quinta-feira (17), informava 66 casos.

De acordo com a Conmebol, foram realizados 15.235 testes até agora. São, portanto, cerca 0,9% os exames com resultados positivos. Desta vez, a entidade não informou quantos casos são de delegações estrangeiras participantes do torneio. Segundo a nota, a maioria é de "operários e empregados terceirizados".

Já houve casos nas seleções da Venezuela, Colômbia, Chile e Bolívia. O Peru teve um diagnóstico detectado antes de a delegação embarcar para o Brasil.