Oxford diz que vacina induziu 'fortes respostas imunes' em idosos na fase 2


A Universidade de Oxford e o laboratório AstraZeneca anunciaram hoje (26) que a vacina que desenvolvem contra a covid-19 induziu uma "forte resposta imune" em idosos que participaram da fase 2 de testes no Reino Unido. Segundo eles, os resultados preliminares serão publicados "nas próximas semanas" em revista científica. A vacina foi testada em grupos de 56 a 69 anos e em um segundo grupo acima de 70 anos.

A segunda etapa dos testes verifica a segurança e capacidade da vacina em gerar resposta do sistema de defesa do corpo, com a participação de centenas de voluntários.

Formação de ciclone pode causar tempestades na Bahia e em outros 8 estados


Um ciclone de características subtropicais que começou a se formar ontem (25) no Oceano Atlântico pode provocar tempestades fortes nos litorais do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Bahia até amanhã (27).

Segundo alerta emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os ventos poderão chegar a até 65 km/h, com rajadas, além de ondas em alto-mar com altura de até 4 metros. 

Entre hoje (26) e amanhã, o nível de chuva pode variar entre 80 e 100 milímetros, além de atingir também a região centro-leste de Minas Gerais, inclusive a capital, Belo Horizonte.

Também há a previsão de chuva forte e tempestades com queda de granizo no Rio Grande do Sul, devido a um sistema frontal associado ao aprofundamento de uma área de baixa pressão, que atingirá também a Argentina e o Uruguai.

Espanha decreta novo estado de emergência em luta contra covid-19


O primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez, anunciou um novo estado de emergência neste último domingo (25) em um esforço para conter o aumento nas infecções pelo novo  coronavírus, impondo toques de recolher noturnos e proibindo as viagens entre as regiões do país em alguns casos.

“Estamos vivendo em uma situação extrema, é a mais grave na última metade de século”, disse ele em entrevista coletiva após uma reunião de gabinete.

A medida entra em vigor na noite deste domingo e exigirá que todas as regiões, exceto as Ilhas Canárias, imponham um toque de recolher noturno.

O estado de emergência precisará ser aprovado pelo Parlamento para durar além de um prazo de 15 dias.

Banco Central registra recorde de remessas de dólares para Brasil


Com a alta do dólar, as remessas de brasileiros que vivem no exterior para familiares no Brasil têm batido recordes. Em setembro, foram registradas US$ 293 milhões de receitas de transferências pessoais, segundo dados do Banco Central (BC). Esse foi o maior volume para o mês de setembro, na série histórica, iniciada em 1995. Em setembro de 2019, as transferências somaram US$ 248,6 milhões.

De janeiro a setembro deste ano, foram US$ 2,407 bilhões enviados para o Brasil, crescimento de 11,6% em relação a igual período de 2019. Segundo o chefe do Departamento de Estatísticas do BC, Fernando Rocha, o dólar mais caro faz com que o dinheiro convertido em reais no Brasil represente um volume maior de recursos. Ele diz que isso pode incentivar os brasileiros no exterior a mandarem mais dólares para o país.

Safadão questiona proibições durante pandemia: 'Não pode show, mas pode comício'


O cantor Wesley Safadão pediu no último sábado que governadores e prefeitos permitam a volta da realização de shows com público em todo Brasil. O cantor cearense questionou, durante transmissão do “Garota Vip” no sábado (25), as aglomerações em comícios, praias e voos comerciais durante a paralisação do setor do entretenimento. 

“O meu apelo aos governadores, aos prefeitos de todas as cidades… Olhem um pouco para o entretenimento. Não pode fazer show, mas pode fazer comício. Não pode fazer show, mas praia está lotada. Não pode fazer show, mas voo comercial está lotado. Não pode fazer show, mas os cabarés estão funcionando. Não pode fazer show, mas… Olhem para o entretenimento! Pelo o amor de Deus, a gente precisa voltar a trabalhar. A gente precisa sentir essa energia novamente. Perguntem o povo, se o povo quer show ou se não quer também. Uma coisa é quando está todo mundo trabalhando, né? Quando ninguém pode fazer nada, mas todo mundo voltou e o entretenimento não voltou”, disse Safadão, recebendo aplausos e gritos de “Vai, Safadão” do público presente.

Pássaros silvestres presos em gaiolas são resgatados pela polícia durante rondas em rodovia


Pássaros silvestres, que eram transportados dentro de gaiola em um carro, foram resgatados na BR 110, altura de Antas, cidade a cerca de 340km de Salvador, durante rondas da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no último sábado (24).

Segundo a polícia, o flagrante ocorreu nas proximidades do Km-113 da rodovia.

Os agentes pararam o veículo, que era dirigido por um homem de 39 anos. Na abordagem, eles solicitaram os documentos de porte obrigatório e, durante vistorias, localizaram os animais.

De acordo com a PRF, o homem contou que adquiriu os pássaros em Serra Talhada (PE) e pretendia levá-los para Feira de Santana, cidade a cerca de 100 Km de Salvador.

Corrida por vacina nacional contra a Covid tem Butantan, Fiocruz, USP, UFMG e UFPR em 11 projetos na fase inicial de estudos


O Brasil tem, ao menos, 11 projetos de candidatas a vacina contra a Covid-19, de acordo com levantamento do G1. Todos estão sendo desenvolvidos em universidades e instituições de pesquisa públicas do país.

Os projetos para criar um imunizante nacional contra a doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) ainda estão em fases iniciais de pesquisa. Não há previsão de que entrem em testes com humanos ou de que tenham seus estudos concluídos antes das candidatas estrangeiras que já passam por ensaios clínicos no país.

Os entraves são vários: desde a dificuldade do acesso a parte da tecnologia necessária até a falta de vontade política, segundo os pesquisadores que lideram os projetos mapeados pelo G1. Outro fator é a a falta de parcerias com a iniciativa privada – em parte por causa do risco da empreitada, já que potenciais investidores não têm como prever se os estudos vão dar certo.

Policiais se queixam de baixo efetivo e clamam por reforço no combate à violência contra mulher


O Sindicato dos Policiais Civis da Bahia (Sindpoc) se queixa de péssimas condições estruturais e baixo efetivo nas delegacias de Polícia Civil de combate à violência contra a mulher.

Em vídeo publicado no sábado (24), o presidente do sindicato, Eustácio Lopes, falou sobre a impunidade, o aumento da violência e do feminicídio na Bahia e clamou ao governo do Estado por uma melhora na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM).

“Essa violência é constante, é crescente, porque as delegacias de proteção à mulher na Bahia não oferecem as condições ideais de efetivo e de estrutura para investigar”, disse Eustácio.

Relembrando o caso do homem que agrediu uma mulher a socos em Ilhéus, e que possuía dez passagens na polícia, o presidente do Sindpoc protestou contra a falta de rapidez na resolução dos casos por conta do baixo número de profissionais nas delegacias.

Argentina reabre aeroportos para turistas brasileiros em novembro


Mergulhada em uma profunda crise econômica, a Argentina vai voltar a receber turistas brasileiros a partir do dia 2 de novembro. A aposta está em reativar o turismo, um dos setores da economia mais afetados pela pandemia do coronavírus. A informação foi divulgada pelo jornal O Globo.

A medida foi confirmada no último sábado (24) pelo ministro do Turismo do país, Matías Lammens, ao jornal La Nación, e inclui ainda viajantes de Uruguai, Paraguai, Chile e Bolívia.

Todo estrangeiro terá obrigatoriamente de apresentar um exame de PCR com resultado negativo, para afastar o risco de contágio de Covid-19.

Mortes por Covid-19 chegam ao menor nível desde maio, diz Fiocruz


O Brasil chegou a menor nível de mortes diárias por Covid-19 desde 6 de maio, quando ocorreu uma média de 437,57 mortes pela doença. De acordo com dados divulgados no último sábado (24) pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o país registrou 61,14 óbitos diários causados pelo coronavírus, de acordo com a média móvel de sete dias. 

Os números também apontaram uma queda de 6,5% no número de mortes em relação à média móvel de sete dias registrada uma semana antes, de 493,43, e de 33,4% na comparação com os óbitos de um mês antes, com média de 692,43. O pico de mortes por covid-19 no país, totalizando 1.094,14, foi atingido no dia 25 de julho.