Pazuello diz que começa a distribuir vacinas às 7h de segunda-feira para todos os estados e prevê início da vacinação para quarta às 10h


O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que o governo começa nesta segunda, às 7h, a distribuição de vacinas contra a Covid-19 para todos os estados. Ele também previu o início da campanha para quarta-feira, às 10h.

A distribuição, segundo o ministro, será feita pela FAB a "pontos focais" definidos por cada estado.

"Está dado o primeiro passo para o início da maior campanha de vacinação do mundo contra o coronavírus", afirmou, referindo-se à aprovação da Coronavac e a de Oxford/AstraZeneca pela Anvisa.

"Poderíamos num ato simbólico ou numa jogada de marketing iniciar a primeira dose em uma pessoa, mas em respeito a todos os governadores, prefeitos e todos os brasileiros, o Ministério da Saúde não fará isso", acrescentou o ministro. Ele afirmou que a aplicação da primeira dose da vacina em São Paulo é "uma questão jurídica".

Após aprovação da Anvisa, governo de SP aplica 1ª dose da CoronaVac antes do início do plano nacional de vacinação


O governo de São Paulo aplicou a primeira dose da CoronaVac na tarde deste domingo (17), após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovar o uso emergencial da vacina contra a Covid-19.

A enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, moradora de Itaquera, na Zona Leste da capital paulista, foi a primeira pessoa, fora dos estudos clínicos, a receber a vacina.

Mulher, negra, Mônica faz parte do grupo de risco para a doença, e atua na linha de frente contra Covid-19 no Instituto de Infectologia Emílio Ribas. Ela foi voluntária da terceira fase dos testes clínicos da CoronaVac realizados no país e tinha recebido placebo.

Após ser imunizada, ela recebeu do governador João Doria (PSDB) um selo simbólico com os dizeres “Estou vacinado pelo Butantan” e uma pulseira com a frase “Eu me vacinei”.

Anvisa autoriza por unanimidade uso emergencial das vacinas Coronavac e de Oxford contra a Covid-19


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou neste domingo (17), por unanimidade, o uso emergencial das vacinas Coronavac e da Universidade de Oxford contra a Covid-19. A reunião que discutiu o tema durou cerca de 5 horas.

Os diretores acompanharam o voto de Meiruze Freitas, relatora dos pedidos. No caso da Coronavac, a diretora condicionou a aprovação à assinatura de termo de compromisso e publicação em "Diário Oficial".

Segundo a Anvisa, somente o termo de compromisso assinado pelo Instituto Butantan precisa ser publicado no "Diário Oficial da União", o que pode acontecer ainda neste domingo (17) em edição extra. De acordo com a agência, o termo já está pronto e será enviado ao instituto para ser assinado e publicado assim que assinado.

O termo de compromisso prevendo o envio, até o dia 28 de fevereiro, dos resultados sobre a imunogenicidade da CoronaVac foi uma das exigências da relatora do processo para o uso emergencial. A imunogenicidade é a capacidade que uma vacina tem de estimular o sistema imunológico a produzir anticorpos.

Três homens são conduzidos a delegacia pela PM com arma e droga no Santa Terezinha em SAJ


Durante a realização de patrulhamento no bairro Santa Terezinha em Santo Antônio de Jesus, a Polícia Militar prendeu três homens acusados de tráfico de drogas.

Segundo informações políciais após abordagem de um veículo modelo Giesta, cor prata buscas foram feitas.

Os militares conseguiram encontrar uma pistola calibre 38,28 pinos de cocaína, um rádio comunicador e uma quantia em dinheiro.

Os suspeitos e o material apreendido foram encaminhados a delegacia de Santo Antônio de Jesus e estão a disposição da justiça.

Estudantes fazem hoje primeira prova do Enem 2020


Milhões de estudantes de todo o país fazem hoje (17) a primeira prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. Os portões serão abertos às 11h30. Os estudantes podem entrar no local de prova até as 13h, no horário de Brasília. Por causa da pandemia do novo coronavírus, a recomendação é que seja mantido o distanciamento entre as pessoas, mesmo fora dos locais de aplicação. 

Quem for diagnosticado com covid-19, ou apresentar sintomas dessa ou de outras doenças infectocontagiosas até o momento do exame, não deverá comparecer ao local de prova e sim entrar em contato com o Inep pelo telefone 0800-616161. Esses estudantes terão direito a fazer a prova na data de reaplicação do Enem, nos dias 23 e 24 de fevereiro. 

As provas começam a ser aplicadas às 13h30. Neste domingo, os participantes fazem as provas objetivas de linguagens e ciências humanas, com 45 questões cada, e a prova de redação. Os estudantes terão cinco horas e 30 minutos para resolver as questões. A prova termina às 19h. 

Anvisa decide autorização emergencial para uso de vacinas


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) se reúne hoje (17) para decidir os pedidos de autorização para uso emergencial de vacinas contra a covid-19. A diretoria colegiada do órgão começa a discutir as solicitações às 10h. A reunião será transmitida pelos canais digitais da Anvisa e pela TV Brasil.

O Instituto Butantan, em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, e a Fundação Oswaldo Cru (Fiocruz), parceira do consórcio Astrazeneca/Oxford, entraram com requerimentos de autorização em caráter emergencial para suas vacinas.

A primeira etapa de verificação analisou se a documentação e as informações essenciais estavam nos materiais apresentados pelos centros de pesquisa. Após essa triagem, os técnicos da Anvisa passaram a examinar os relatórios enviados e os dados constantes nos requerimentos submetidos.

Itália proíbe voos do Brasil por conta de nova variante do coronavírus em Manaus


O  ministro da Saúde Roberto Speranza anunciou a proibição de voos para o Brasil, por conta de uma nova de coronavírus em Manaus. Qualquer pessoa que tenha transitado pelo Brasil nos últimos 14 dias também está proibida de entrar na Itália, enquanto quem chegar à Itália do Brasil será obrigado a fazer um teste para o vírus.

“É fundamental que nossos cientistas estudem a nova cepa. Nesse ínterim, estamos tomando uma abordagem muito cautelosa”, disse ele. No fim do ano passado, o próprio Reino Unido foi palco de preocupação mundial quando foi descoberta uma nova variante do coronavírus no país, o que fez diversos lugares do mundo banirem voos britânicos.

Após oxigênio, mais de cem médicos da Venezuela se oferecem para ajudar Manaus


Pelo menos 107 médicos graduados na Venezuela se ofereceram para ajudar Manaus, que vive semana de colapso do sistema de saúde com falta de oxigênio para suprir a demanda de internações por Covid-19 no Amazonas. A informação foi anunciada ontem (16) pelo ministro de Relações Exteriores do país, Jorge Arreaza.

De acordo com o anúncio, os mais de cem profissionais partem da Associação dos Médicos Formados no Exterior (Amfex) e se apresentaram na sexta ao consulado venezuelano em Boa Vista, Roraima, para ajudar no atendimento médico aos pacientes acometidos pelo coronavírus no Amazonas.

A brigada, que conta com médicos brasileiros e venezuelanos formados na Universidade de Caracas, Venezuela, enviou documento ao governador Wilson Lima (PSC) ainda na sexta-feira (15). No documento, o grupo afirma que “107 médicos residentes no Brasil estão à inteira disposição para prestar o apoio que seja necessário para nessa luta contra o coronavírus e a favor da vida humana”.

Polícia impede arremesso de 215 latas de cervejas para presos na Mata Escura


O Batalhão de Guardas (BG) da Polícia Militar impediu o arremesso de 215 latas de cervejas que seriam lançadas para o Complexo Peniteciário de Mata Escura, em Salvador. A carga seria jogada para os detentos, mas acabou apreendida no início da manhã de ontem (16). Em rondas, as equipes avistaram algumas sacolas nas proximidades de uma das guaritas. Durante verificação, os policiais encontraram os materiais escondidos, em embalagens de formato oval.

Além das cervejas, foram localizados também 63 garrafas de cachaça, acarajés, abarás, seis garrafas de refrigerantes, 50 garrafas de vinho, carnes, temperos, dois cocos secos, três lâmpadas, creme dental, seis pacotes de macarrão e três quilos de feijão.

Polícia americana prende homem armado que planejava atentado na posse de Biden


A polícia do Capitólio, em Washington, prendeu ontem (16) um homem com uma pistola e mais de 500 balas que tentou ultrapassar uma barreira policial para entrar na capital americana. De acordo com a CNN, além da munição, ele carregava credenciais falsas e tinha como objetivo cometer um atentado durante a posse do presidente eleito Joe Biden, prevista para a quarta-feira (20).

Relatórios policiais apontam que Wesley Allen Beeler estacionou sua caminhonete próxima ao prédio do Capitólio, onde fica o congresso americano. Ele passou por uma blitz e os policiais identificaram a credencial falsa para a cerimônia de posse.

Ao ser questionado se portava alguma arma, Beeler revelou que possuía uma pistola semi-automática.