Agente penitenciário é preso 18 anos após matar ex-companheira

O delegado José Bezerra Júnior, diretor adjunto do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) anunciou, nesta terça-feira (11), a prisão do agente penitenciário Marcos Antônio Santos Loureiro, 50 anos, acusado de matar sua ex-companheira Tânia Regina Garcia Rosa Loureiro, na Estrada do Machadinho, em Camaçari. Ele tinha um mandado de prisão em aberto, expedido pela 1ª Vara Criminal de Camaçari, cidade onde o crime ocorreu, há 18 anos.
Marcos, que já seguiu para o sistema prisional, foi localizado por policiais do Grupo de Apreensão e Captura (Grac), na Rua Clemente Mariane, bairro da Boca do Rio, na noite de quinta-feira (6). Praticado em março de 1996, o crime pode ter sido motivado por ganância, já que a vítima possuía um seguro de vida no valor de R$ 500 mil, em nome do acusado.
Ascom/PC

Nenhum comentário:

Postar um comentário