Durante revista, presos são humilhados e têm que cantar “eu sou put****” para não apanhar na BA

A Comissão dos Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) denunciou humilhações e agressões que detentos vem sofrendo no presídio de Vitória da Conquista.
Segundo a OAB, em dias de revistas os presos são colocados em fila, seminus e são obrigados a cantar músicas que exaltam a Companhia de Ações Especiais do Sudoeste e Gerais (Caesg), como era chamada a Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe).
De acordo com a OAB, os detentos são obrigados a cantar versos como “eu sou putinha” e “Caesg é barril”.
Segundo o Jornal Folha de São Paulo, a OAB afirma que existem casos de espancamentos, armas de choque, uso de cachorros como intimidação e
também o de spray de pimenta.
A Polícia Militar nega o caso e diz que não existem registros de denúncias sobre a PM na Ouvidoria ou na Corregedoria. (VN)

Nenhum comentário:

Postar um comentário