Feira de Santana - patrão some com salários e funcionários registraram queixa no complexo policial

Um grupo de operadores de telemarketing esteve no Complexo de Delegacias de Feira de Santana, no bairro Sobradinho, em Feria de Santana, no final da tarde de ontem (20) e registraram uma queixa contra o patrão.
Um dos funcionários, contratados por uma empresa terceirizada que presta serviço de vendas para duas empresas de telefonia móvel, disse que o dono desta terceirizada recebeu o pagamento que deveria ser repassado para os funcionários, mas sumiu sem pagar e ainda levou três notebooks dos funcionários.
Inicialmente eles acharam que o patrão estava desaparecido, mas depois de perceber o sumiço de alguns pertences passaram a desconfiar de que na verdade foram roubados pelo homem.
“Nosso patrão sumiu com o salário de todo mundo, e pegou os pertences dos funcionários. Ele contratou mais ou menos dez pessoas para trabalhar em um escritório no bairro Kalilândia e trabalhamos três meses sem receber”, disse um funcionário.
“Eu trabalhava com ele há dois meses, ele gritava muito com os funcionários, a gente sofria bastante assedio moral, e ele nos cobrava muito. Primeiro
pensávamos que ele estava desaparecido, ficamos preocupados, mas depois que vimos que nossos pertences também sumiram resolvemos registrar a queixa contra ele”, relatou outra funcionária.
Um funcionário disse que ele fez um empréstimo para montar a estrutura da empresa, que funcionava em uma residência.
“Ele pegou dinheiro emprestado para montar a estrutura depois não conseguiu pagar. Registramos queixa, entramos em contato com a mãe dele e ela disse que não é a primeira vez que ele faz isso. O RG e CPF não são iguais no contrato de aluguel, não sabemos nem se ele se chama mesmo Adriano. Ele já foi gerente de um restaurante aqui em Feira que fazia delivery”, ressaltou outra vítima. (acordacidade)

Nenhum comentário:

Postar um comentário