Marcelo Odebrecht diz que Dilma sabia de caixa 2

O ex-presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, afirmou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que a ex-presidente Dilma Rousseff sabia dos pagamentos ilegais à campanha eleitoral de 2014.
Segundo a Folha de S.Paulo, Marcelo ainda teria dito que nunca recebeu pedido “específico” de doação do presidente Michel Temer.
De acordo com a delação, obtida pelo jornal, parte do caixa dois da campanha foi paga via João Santana, o marqueteiro do partido.
Marcelo teria sido perguntado se ele já havia conversado com Dilma sobre as dívidas com o PT. A resposta foi:
“Não. Veja bem, Dilma sabia da dimensão da nossa doação, e sabia que nós éramos quem fazia grande parte dos pagamentos via caixa dois para o João Santana. Isso ela sabia”.
Mais para a frente, ele completa: “Ela nunca me disse que sabia que era caixa dois, mas é natural, ela sabia que toda aquela dimensão de pagamentos não estava na prestação do partido”.

Resposta

Dilma Rousseff respondeu à Folha de S.Paulo afirmando que “não tem nem
nunca teve” qualquer relação próxima com Marcelo Odebrecht.
“É preciso deixar claro: Dilma Rousseff sempre manteve uma relação distante do empresário, de quem tinha desconfiança desde o episódio da licitação da Usina de Santo Antônio”, afirmava a nota enviada pela ex-presidente.
“O senhor Marcelo Odebrecht precisa incluir provas e documentos das acusações que levanta contra a ex-presidenta da República, como a defesa de Dilma solicitou e teve negado os pedidos– à Justiça Eleitoral. Não basta acusar de maneira leviana.” (exame)

Nenhum comentário:

Postar um comentário