PF desmonta grupo que traficava por aviões; R$ 7,5 mi serão bloqueados

Operação deflagrada nesta terça-feira pela Polícia Federal desarticula quadrilha especializada em tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro. Ao todo, 50 mandados judiciais são cumpridos em 14 cidades de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Paraná, São Paulo, Goiás e Minas Gerais.
Batizada de All In, típica jogada de Poker, a operação deve prender 18 pessoas, levar outras sete em condução coercitiva e cumprir 25 mandados de busca e apreensão.
Os policiais envolvidos na ação também devem apreender seis aeronaves, 35 veículos, cinco imóveis, incluindo um aeródromo, localizado em Corumbá, e bloquear 68 contas de envolvidos na quadrilha. O montante nas contas bloqueadas passa dos R$ 7,5 milhões.
As investigações da PF revelam que a a droga entrava no Brasil por aeronaves e depois era distribuída para cidades da região sudeste por terra. Durante as apurações, dois carregamentos de droga, entre eles 800 quilos de cocaína que saíram da Bolívia, foram apreendidos pela PF.
As cidades onde os mandados são cumpridos não foram divulgadas pela PF, no
entanto, a corporação afirma que um dos alvos da operação e líder da quadrilha vive na zona rural de Corumbá. O vídeo abaixo mostra equipe da PF chegando no aeródromo para cumprimento de mandado e bloqueio do local.
A reportagem apurou que uma residência localizada no Jardim Antártica, na Capital, é um dos locais alvos dos mandados da Polícia Federal. Nessa residência, um casal foi detido pela PF. (correiodoestado)

Nenhum comentário:

Postar um comentário