Feira de Santana - 7 pessoas assassinadas no fim de semana

Sete homicídios foram registrados neste fim de semana em Feira de Santana, elevando para 16 o número de homicídios registrados neste mês e 101 no ano.
O primeiro crime ocorreu por volta das 11h30 de sábado (8) quando o adolescente Adailton Santos Morais, 17 anos, foi assassinado na Travessa Isaías Gonçalves, no Parque Tamandari, bairro Tomba. Ele foi atingido por tiros no tórax, costas e rosto. Os tiros foram disparados por dois homens em uma motocicleta.
Campo Limpo
Por volta das 16h20, o corpo de Marcelo dos Santos Lima, 25 anos, foi morto na Rua Boitaporã, no bairro Campo Limpo. Ele foi assassinado com vários tiros no peito, costas, braços e pescoço.
Caseb
Por volta das 18h30, Gledson Silva Ferreira, 23 anos, foi morto próximo a um bar, na Rua China, bairro Caseb. A vítima levou um tiro na cabeça. Não há mais informações sobre este homicídio. A vítima morava no residencial Solar das
Laranjeiras, no bairro Mangabeira.
Novo Horizonte
Um homem ainda sem identificação foi assassinado com tiros na cabeça, por volta das 22h, na Rua 13 de Maio, bairro Novo Horizonte. A vítima vestia calça jeans, camisa verde e tinha uma mochila preta nas costas.
Conceição
Um homem identificado apenas com João Carlos foi assassinado, por volta das 5h30 de domingo (9), na Rua Capim Grosso, Condomínio Jardim das Oliveiras, no bairro Conceição. A vítima foi morta com cerca de três tiros, que atingiram o lado direito do peito e as costas, por dois homens que se aproximaram do bloco onde ele morava. João Carlos chegou a correr para dentro do apartamento, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local.
Local não informado
Morreu no Hospital Geral Clériston Andrade, na manhã de domingo, Antônio Roberto Santana, 43 anos. Ele foi baleado no sábado em local não informado na guia do Departamento de Polícia Técnica para onde o corpo foi levado. A vítima foi baleada no tórax no sábado, passou por cirurgia e não resistiu.
George Américo
Morreu na Policlínica do conjunto George Américo, Adnaldo Lobo Ribeiro, o “Dal”, 30 anos, que foi atingido por cerca de seis tiros, na Rua C2, e socorrido para a policlínica, mas não resistiu.
As autorias e os motivos dos assassinatos estão sendo investigados pela Delegacia de Homicídios. (Acorda Cidade)

Nenhum comentário:

Postar um comentário