Polícia Civil descobre segredo guardado em cofre de sargento da PM supostamente assassinado

A equipe do delegado Cristovão Eder, esteve na manhã da terça-feira (11) no Alto da Embira em Cruz das Almas, na casa do sargento reformado da Polícia Militar, Edvaldo Souza Fonseca, de 60 anos, que pode ter sido morto por criminosos no último sábado (9) fato divulgado aqui no site. 
Segundo Cristovão, o policial tinha um cofre grande e bastante pesado, onde costumeiramente, pessoas guardam joias, documento e dinheiro. No caso de Edvaldo, a coisa foi bastante diferente, pois ele armazenava alimentos, como biscoito, óleo, café e até preservativos. O delegado acredita que os bandidos que invadiram a sua residência, tentaram arrombar o cofre e como não conseguiram, arrancaram a vítima de dentro do imóvel, e com raiva podem ter tirado a sua vida.
No momento em que os policiais conseguiram remover o cofre, outra surpresa surgiu, cerca de 3 mil reais estavam escondidos embaixo dele e não dentro, como todos acreditavam, inclusive os criminosos. Em uma parte escondida no meio dos alimentos, ele guardava o aparelho que armazena toda a filmagem do sistema de monitoramento da  casa, o que poderá ajudar a identificar os assaltantes. Ainda segundo a ossada que foi encontrada no dia seguinte ao assalto, em um pasto na Lagoa Grande, região rural da cidade, já está no (IML) Instituto Médico Legal de Salvador, para confirmar se realmente é de Edvaldo, apesar de fortes indícios lhe apontarem como vítima. 

Um revólver calibre 38 municiado também foi encontrado no interior do cofre. O trabalho foi acompanhado pela esposa da vítima, além de alguns parentes. O material encontrado foi levado para a delegacia, onde ficou à disposição da justiça. Cruz na Tela

Nenhum comentário:

Postar um comentário