Torcedor do Bahia de 17 anos é baleado e morre após saída da Fonte Nova

Um adolescente de 17 anos, torcedor do Bahia, morreu por volta das 20h deste domingo (9) no posto Shell da Avenida Vasco da Gama. O crime aconteceu após o término da partida entre Bahia e Vitória pelo Campeonato Baiano. Carlos Henrique Santos de Deus, 17 anos, tinha ido ao estádio assistir ao jogo e estava a caminho de casa quando foi atingido no abdômen e na perna, nas imediações do posto Shell, na Vasco da Gama. Ele completaria 18 anos no próximo dia 13 de abril.
Segundo testemunhas, a pessoa que atirou estava a bordo de um veículo, que parou próximo ao adolescente e outro amigo dele e disparou. Um frentista do posto disse que estava chegando ao posto no momento do crime. "Achei que fosse um atropelo. Todo mundo ficou em pânico, foi um corre-corre", disse. Outro frentista afirmou que o atirador também vestia uma camisa do Bahia.
Além de Carlos Henrique, outro amigo dele foi atingido de raspão no pescoço e levado por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Hospital Geral do Estado (HGE). Não há informações sobre o estado de saúde dele. O pai do garoto, que não quis se identificar, se desesperou ao ver o corpo de Carlos Henrique. "Meu filho não é bandido, não. Esse desgraçado levou um pedaço do meu coração, mas ele vai pagar", disse.
Sogro da vítima, o almoxarife Reinaldo Lourenzo, 43, lamentou a morte do genro. "Pai nenhum quer passar por isso, a gente quer morrer de velhice. Hoje se morre de tragédias como essa e a gente não pode fazer nada. Esse tipo de coisa tem que acabar. A gente tem que ter segurança, saúde e educação. Meu genro, menino de bem, saiu da Fonte Nova e passou por uma tragédia dessa", afirmou. A filha de Reinaldo, uma adolescente de 14 anos, namorada de Carlos
Henrique, acabou de passar por uma cirurgia no apêndice quando recebeu a notícia.
A polícia esteve no local, mas ainda não há informações sobre autoria e motivação do crime. Também não se sabe se o atirador estava em um carro particular ou numa van de transporte clandestino, já que há as duas versões, conforme testemunhas. As câmeras de segurança do posto registraram tudo e serão repassadas nesta segunda (10) para a equipe de investigação. (correio24horas)

Nenhum comentário:

Postar um comentário