COMANDANTE DO 14º BATALHÃO DA PM GARANTE QUE PROJETO DE EQUOTERAPIA SERÁ REATIVADO EM SANTO ANTÔNIO DE JESUS

O comandante do 14º Batalhão da Polícia Militar em Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo da Bahia, coronel Irlando Oliveira, afirmou que o projeto de equoterapia vai continuar. Na tarde de segunda-feira (7), ele se reuniu com pais, que usam a equoterapia para seus filhos especiais, moradores do bairro da Urbis 3 e integrantes do Projeto de Ações Sociais Comunitárias (PASC).
De acordo com o coronel Irlando Oliveira, ficou decidida a manutenção do projeto no Centro de Equoterapia do 14º BPM. “Contudo, todos entenderam a necessidade do estabelecimento de parcerias, objetivando não apenas pessoal capacitado para a prática, mas também a destinação de um neuropediatra e um fonoaudiólogo para a composição do projeto”, explicou o comandante. No Centro de Equoterapia, pelo menos as crianças com necessidades especiais devem ser atendidas.


Sargento Vinicius

A reunião foi organizada pelo coordenador da Defesa Civil do Município, Sargento Marcus Vinicius Santana, que na última sexta-feira (4) desabafou nas redes sociais sobre a paralisação do projeto. “Ficou acertado com o coronel que o serviço de equoterapia não vai parar, mas que devemos buscar parcerias com profissionais, como psicólogos e fonoaudiólogos, para, até se possível, aumentar o leque de serviços”, comemorou.


Pais falaram da importância do projeto

No encontro, pais Afalaram sobre a importância do funcionamento do projeto. Segundo Robson Carlos, a parada do projeto acarreta prejuízos ao desenvolvimento dos pacientes da equoterapia. “As crianças precisam do serviço para obter qualidade de vida e o tratamento não pode ter longas paradas”.
Centro de Equoterapia
O serviço de equoterapia iniciou o atendimento há dois meses no 14º BPM e foi suspenso, segundo o comando do 14º Batalhão, pelo baixo efetivo na unidade. Portanto, precisa de parceiros e voluntários, como profisisonais de diversas áreas de saúde, e até da Prefeitura.
“Estarenos nos reunindo ainda esta semana com o secretário de Saúde e depois com o prefeito, Rogério Andrade, para tratarmos do assunto”, adiantou Sargento Vinícius.

Nenhum comentário:

Postar um comentário