Festa de Bom Jesus é reconhecida bem cultural imaterial

Comemorada 50 dias após a Páscoa, a Festa do Divino Espírito Santo, celebração centenária da Igreja Católica, se tornou, neste domingo (6), um bem cultural imaterial do Estado da Bahia, com assinatura de decreto pelo governador Rui Costa, que participou dos festejos com os fiéis em Bom Jesus da Lapa.
Além disso, a Romaria do Senhor Bom Jesus recebeu o registro especial provisório como patrimônio imaterial do Estado.
A festa é marcada por missas, procissões, além de manifestações folclóricas e banquetes coletivos de doações religiosas, que todos os anos atraem fiéis do
país inteiro.
Somente durante a romaria, o Instituto do Patrimônio Artístico Cultural (Ipac) estima que circulam pela cidade cerca de 500 mil fiéis. (bahia.ba)

Nenhum comentário:

Postar um comentário