Indígenas ocupam a sede da Secretaria de Saúde de Juazeiro

Cerca de 50 indígenas das tribos tuxi, tumbalalá e atikun dos municipios de Curaçá e Abaré, norte da Bahia, ocupam a sede da Secretaria Especial de Saúde Indígena em Juazeiro (Sesai), há quatro dias, reivindicando melhorias no serviço de saúde oferecido nas comunidades indígenas.
O grupo deseja maior representação no Conselho Regional de Saúde Indígena. “Do conselho local, é de onde saem todas as demandas da nossa aldeia, da base para o conselho distrital que pertence a saúde em geral. Nosso povo não tem essa representação e está sendo prejudicado por isso”, diz o cacique Alcindo Feliciano dos Santos.
Eles se queixam que o serviço de saúde que é oferecido nas comunidades é precário, que faltam médicos, dentistas e medicamentos. E afirmam que não
irão desocupar o prédio sem que uma solução seja apresentada.
Os indígenas também pedem a transferência de uma assistente social que trabalha no local, segundo eles, a profissional estaria discriminando o povo e dificultando o atendimento nas comunidades. (varelanoticias)

Nenhum comentário:

Postar um comentário