Militantes anti-Lula são presos com arma; PM dá três tiros para cima

Cinco militantes anti-PT foram detidos pela Polícia Militar da Bahia, na noite desta quinta-feira (17), durante uma confusão, em que um deles sacou uma arma durante a chegada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Arena Fonte Nova, que abrigou um ato político evento da sigla.
Segundo a Folha de S. Paulo, o policial Adjalbas Pereira foi detido e será submetido a exame para confirmar se foi o responsável por realizar disparos para o alto para conter uma confusão entre os apoiadores do partido e a oposição.
De acordo com o Estadão, cerca de 20 manifestantes anti-petistas foram até o estádio com o boneco inflável Pixuleco, usado nas manifestações pelo
impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff em 2015 e 2016.
Em número muito superior, os apoiadores de Lula partiram para cima dos adversários e rasgaram o boneco. (bahia.ba)

Nenhum comentário:

Postar um comentário