SAJ: Vereadores são contra projeto que autoriza município tomar empréstimo de 10 milhões

A aprovação do projeto de lei que autoriza o prefeito Rogério Andrade a tomar um empréstimo no valor de R$ 10 milhões não foi bem recebido pelos vereadores Chispita e Chico de Dega. Na última sessão, o vereador Chico de Dega havia pedido vista do projeto alegando não ter informações detalhadas da quantidade de parcelas e locais a serem aplicados este valor.
Chico frisou a função de fiscalizador que um vereador precisa exercer. “Dar um cheque em branco ao prefeito para ele fazer o que quiser. A Câmara é um órgão fiscalizador, vamos correr atrás de emenda. Em seis meses o prefeito leva R$ 700 mil da Câmara e já pede financiamento. A forma que foi aprovado este projeto é uma aberração para Santo Antônio de Jesus”, pontuou.
Já o vereador Chispita afirmou que irá resolver na justiça. “Eles tem a maioria, fazem o que querem. Uma página manchada no poder legislativo de Santo Antônio de Jesus. Nós iremos judicializar e sem sombra de dúvidas a justiça irá contra esse projeto”, disse.

O vereador que perdeu o horário da sessão garantiu que chegou antes da votação. “Realmente eu me passei do horário, vejo como coisa normal, cheguei a tempo hábil da votação onde não tinha ocorrido a primeira votação ainda e já entrei pedindo vista, mas não aceitaram. Irei provar que isso que o presidente Tom, por inexperiência fez, foi muito prejudicial ao projeto do poder executivo municipal”, salientou.
Reportagem: Sidney Silva | Redação: Blog do Valente

Nenhum comentário:

Postar um comentário