Seis moradores de área quilombola morrem em chacina na Chapada Diamantina

Seis moradores de uma área remanescente de quilombo foram assassinados a tiros na zona rural de Lençóis, na Chapada Diamantina. O crime ocorreu na noite do último domingo (6), no Território Quilombola de Iúna, cujo processo de regularização fundiária foi iniciado em 2010 pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).
As vítimas moravam em duas casas vizinhas e foram mortas dentro dos imóveis quatro em uma casa e dois em outra - por homens que estavam em um veículo preto não identificado.

Suspeita de tráfico
A Polícia Civil de Lençóis informou que cada vítima recebeu de quatro a cinco tiros. Ninguém foi preso. A polícia trabalha com a hipótese de os crimes estarem
relacionados ao tráfico de drogas - duas vítimas tinham passagem por tráfico.
Foram mortos Adeilton Brito de Souza, Gildásio Bispo das Neves, Amauri Pereira Silva, Valdir Pereira Silva, Marcos Pereira Silva e Cosme Rosário da Conceição. Os corpos foram sepultados na tarde desta segunda (7) e na manhã desta terça (8).
Procurada pelo correio, a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA) informou que o caso está sendo investigado por dois departamentos: o de Polícia do Interior (Depin) e o de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco). Ainda de acordo com a pasta, uma das linhas de investigação é o envolvimento das vítimas e dos autores com o tráfico de drogas. (correio24horas)

Nenhum comentário:

Postar um comentário