Grupo vai agilizar processos envolvendo acidente com a Cavalo Marinho I em Mar Grande

Um grupo de trabalho formado pela Comissão de Defesa do Consumidor, pelo Ministério Publico da Bahia, pela Defensoria Pública e por outros órgãos, além das vítimas da tragédia de Mar Grande, estão empenhados para agilizar os processos judiciais envolvendo as vítimas do acidente com a embarcação Cavalo Marinho I, que fazia a travessia de Mar Grande a Salvador.
O objetivo é acompanhar os processos judiciais e pressionar a tramitação mais rápida deles na Justiça. O assunto foi discutido durante audiência pública realizada na sexta-feira (15), no auditório do Centro de Cultura da Câmara de Salvador. O acidente aconteceu dia 24 de agosto e deixou 19 pessoas mortas e uma adolescente desaparecida.

Questões como falta de socorro às vítimas e falta de identificação dos passageiros foram abordados no encontro, que teve participação de alguns vereadores.
De acordo com o Correio, um documento com tudo o que foi discutido na audiência será entregue ao governo do estado, e um novo encontro já está marcado para o dia 15 de outubro segundo informações do Bocão News.





Nenhum comentário:

Postar um comentário