PGR denuncia Lula e Dilma ao STF por obstrução de justiça

Após denunciar os ex-presidentes Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva por organização criminosa, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, voltou a apresentar denúncia contra a dupla nesta quarta-feira (6), em ação ajuizada ao Supremo Tribunal Federal (STF). Desta vez, o procurador denunciou os ex-presidentes por obstrução de justiça no caso envolvendo a nomeação de Lula como ministro da Casa Civil por Dilma logo antes do afastamento do cargo no processo de impeachment.
Também foi denunciado o ex-ministro Aloizio Mercadante, pelo episódio de um telefonema para o ex-senador Delcídio do Amaral, a fim de, supostamente, tratar da delação dele.

Mesmo com nenhum denunciado com foro privilegiado, a PGR afirma que o caso tem que ficar no Supremo por ter relação com a denúncia apresentada na última terça-feira (5) sobre a organização criminosa envolvendo a cúpula do PT. A PGR pede ainda ao Supremo para arquivar a parte da investigação em relação aos ministros do Superior Tribunal de Justiça Marcelo Navarro e Francisco Falcão e ao ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo. Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário