Em jogo intenso, Vitória e Santos empatam em 2x2, no Pacaembu

Não foi um resultado ruim. Longe disso. Nesta segunda (16), Vitória foi até o Pacaembu e empatou em 2x2 com o Santos. O problema é que foi por pouco que o Leão não deixou a cidade paulista com três pontinhos na mala, já que o gol de empate do Peixe foi marcado por Ramon, contra. Com o resultado do jogo, o rubro-negro foi para a 15ª posição, com 33 pontos.
Antes mesmo da bola rolar, uma coisa já era esperada: um jogo equilibrado. Afinal de contas, de um lado estava um time avassalador como mandante e, do outro, um carrasco como visitante. Só que o jogo não era na Vila Belmiro, e foi nisso que o Leão se apegou.
A primeira jogada perigosa partiu do Santos, com tabelinha de Copete e Matheus Jesus, e uma bola mandada por cima do gol, mas foi o Leão quem foi mais competente.
Aos 22 minutos, Neilton roubou a bola de Copete e armou contra-ataque. O camisa 10 tocou para Tréllez, que deixou a bola com Fillipe Souto. O volante rolou para David e o garoto, que completou 100 jogos com a camisa do Vitória
na rodada anterior, contra o Sport, teve frieza, driblou Vanderlei e mandou a bola para o fundo da rede.
A felicidade durou exatos 13 minutos. Aos 35, Zeca cruzou na área e Jean Mota, que teve a responsabilidade de substituir o artilheiro do time, Bruno Henrique, machucado, ganhou pelo alto e deixou tudo igual no Pacaembu.
O rubro-negro ainda pressionou com belos lances de Yago e Ramon, porém não conseguiu ampliar o marcador no primeiro tempo.

Mais gols
Se o primeiro tempo foi de lances perigosos pontuais, o segundo foi muito mais apimentado. Uma das chances mais perigosas veio aos seis minutos, quando Copete deixou Ricardo Oliveira frente a frente com Caíque e o atacante obrigou o goleiro rubro-negro a fazer bela defesa.
Se o Leão tem Caíque, o Santos tem Vanderlei. O Vitória aproveitou mais um vacilo santista e armou contra-ataque com David, que tocou para Neilton emendar uma bomba no travessão. Depois, Wallace recebeu na área, após cobrança de escanteio, e finalizou rasteiro, para a defesa do arqueiro alvinegro.
Era o dia do zagueirão. Aos 19, Wallace se posicionou mais uma vez na área e, após cruzamento de Neilton, subiu junto com David Braz e ganhou pelo alto, sem chance para Vanderlei: 2x1.
A alegria, desta vez, durou menos que no primeiro tempo. Mais precisamente, cinco minutinhos. Aos 24, Daniel Guedes cruzou para a área, Serginho furou e Ramon, em lance infeliz, cabeceou e para o fundo do gol de Caíque, deixando o placar empatado.
Vitória e Santos mostraram equilíbrio até o apito final. Os alvinegros atacavam, enquanto os rubro-negros respondiam com contra-ataques. Os dois foram até o limite, mas ninguém conseguiu marcar. No fim, teve equilíbrio até no placar: 2x2.
Com o resultado, o técnico Vagner Mancini segue invicto fora de casa, agora com dois empates e cinco triunfos. O Leão volta a campo na quinta-feira (19), para encarar o Atlético-PR, às 19h, no Barradão. (correio24horas)

Nenhum comentário:

Postar um comentário