Polícia faz operação para combater pedofilia em 24 estados e no DF

Polícia Civil faz uma operação na manhã desta sexta-feira (20) para combater a pedofilia em 24 estados e no Distrito Federal. A Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) fez parceria com a Polícia Civil dos estados e até agora ao menos 18 pessoas foram presas em flagrante.
A operação Luz da Infância tem mandados de busca e apreensão e de condução coercitiva. Não havia previsão de mandados de prisão, mas os presos foram detidos em flagrante com material pornográfico infantil em três estados e no Distrito Federal. Só em São Paulo, são 31 mandados de busca e apreensão na capital, Grande São Paulo e interior de São Paulo. O foco da operação é o compartilhamento de fotos pela internet.
Cinco homens, um de São Bernardo do Campo, dois da Zona Norte da capital paulista e dois da Zona Sul, foram levados presos em flagrante à sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Os computadores dos
cinco presos foram apreendidos.
No Distrito Federal, ocorreram cinco prisões.
No Rio Grande do Sul, oito homens foram presos em flagrante. Também foram apreendidos celulares e computadores, além de armas na cidade de Viamão, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Dois homens foram presos em São Leopoldo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, e outros dois em Santa Maria, na Região Central do estado. Outros quatro homens foram detidos em Alvorada, Novo Hamburgo e São Leopoldo e em Lagoa Vermelha.
No Rio de Janeiro, estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão e também de prisão. A ação acontece, principalmente, na Baixada Fluminense e em São Gonçalo, na região metropolitana. Uma pessoa já teria sido presa e está sendo levada para a Cidade da Polícia, onde se concentram os órgãos de segurança pública do estado.
Segundo a Polícia Civil, o nome Luz na Infância foi escolhido porque a internet facilita a pedofilia e, via de regra, "os criminosos atuam nas sombras, nos 'guetos' da rede mundial de computadores. Luz significa propiciar a essas crianças e adolescentes- vítimas- o resgate da sua dignidade bem como retirar da obscuridade esses criminosos". (g1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário