Salvador - Ônibus metropolitanos não vão aceitar dinheiro vivo como forma de pagamento

Os ônibus metropolitanos vão passar a não aceitar dinheiro vivo como forma de pagamento. Atualmente, já existem coletivos nos quais os passageiros podem entrar apenas por meio do SalvadorCard, Metropasse ou do cartão emitido pela CCR, no metrô. No entanto, de acordo com a Agerba, a medida vai se estender para toda a frota. "Gradualmente, toda a frota passará a aceitar apenas cartões, diminuindo a circulação de dinheiro nos coletivos", relata a Agerba, em nota. Os coletivos que já adotaram a prática não estão mais contando com o serviço de cobradores. O órgão do governo do estado, no entanto, assegura também que não deve haver demissões por conta da mudança. "Os cobradores desses ônibus estão sendo remanejados dentro da empresa para outros setores", explicou. A Agerba não estimou quando a frota completa de ônibus metropolitanos vai passar a aceitar apenas os cartões. "A mudança no sistema de cobrança está
em fase inicial e faz parte de ações previstas por contrato de integração plena, cumprindo cronograma determinado. Atualmente menos de 10% da frota está aceitando apenas cartão de transporte como forma de pagamento. O teste teve início junto com a operação plena, no começo de outubro, e os ônibus estão sinalizados com avisos no para-brisa", aponta o comunicado. Em entrevista ao Bahia Notícias, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Transporte da Região Metropolitana, Valter Ferreira, criticou a mudança na forma de pagamento do transporte. "O governo está prejudicando tanto os rodoviários quanto a população. Nem todo mundo tem esse cartão", reclamou Valter, ainda temendo que cobradores possam ser dispensados. Durante a última negociação salarial dos rodoviários de Salvador, os empresários tentaram retirar os cobradores de linhas com baixa demanda aos fins de semana. No entanto, os rodoviários conseguiram manter os postos de trabalho. (bahianoticias)

Nenhum comentário:

Postar um comentário