Suspeito de participar de chacina com 5 mortos na BA é preso em MG; dois estão foragidos

Um homem de 30 anos suspeito de ter envolvimento na chacina que deixou cinco pessoas mortas em julho deste ano, no município de Maiquinique, região sudoeste da Bahia, foi preso nesta quinta-feira (26), na cidade de Almenara, em Minas Gerais. As informações são da Polícia Civil da Bahia, que atuou junto com a polícia mineira nas buscas do suspeito. Em julho deste ano, outro suspeito de envolvimento no caso, um jovem de 22 anos, morreu em confronto com polícia.
O delegado Roberto Júnior, responsável pela 21ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), de Itapetinga, que atuou no caso, informou que Uáthila Silva Santos, conhecido como "Sapinho", de 30 anos, estava com um mandado de prisão em aberto por conta do crime.
Além do envolvimento nas cinco mortes de Maiquinique, o suspeito era procurado por outro homicídio onde ele também é suspeito por ele em 2016, mas não há detalhes sobre este crime. Outros dois homens ainda são
procurados, suspeitos de envolvimento na chacina em Maiquinique.

Caso
Os cinco corpos foram encontrados na tarde do dia 25 de julho, na zona rural de Maiquinique. Dois deles estavam carbonizados e os outros três foram achados com marcas de tiros.
Segundo a polícia, as vítimas estavam em uma fazenda quando um grupo armado chegou e fez disparos. No local do crime foram encontradas várias cápsulas de munição de diversos calibres, o que indica que houve troca de tiros no local. A suspeita é que o crime esteja ligado a uma disputa por tráfico de drogas na região.
Todos os mortos, segundo a polícia, têm suspeita de relação com o tráfico de drogas. Um deles já tinha sido preso por porte de arma no dia 20 de junho, em uma operação da polícia contra o tráfico, e solto após pagamento de fiança. (g1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário