Bahia vacila e cede empate ao Atlético-MG em 2 a 2 na Fonte Nova

O Bahia recebeu neste domingo (12), na Arena Fonte Nova, a equipe do Atlético-MG, em partida válida pela 34ª rodada da Série A do Brasileirão. Ao lado do torcedor tricolor, que lotou o estádio para ajudar a equipe, o time baiano chegou a liderar o placar, mas acabou vacilando. Depois de conseguir a virada, o Galo arrancou o empate em 2 a 2 e o time baiano somou apenas um ponto na partida. Edigar Junio e Robinho, com dois gols cada, marcaram para ambas as equipes.
Mal começou a partida e o time mineiro logo tomou a frente no placar. Em lançamento de Valdívia, Robinho recebeu na frente e tocou na saída de Jean, que não conseguiu impedir o gol do Galo. A torcida empurrou o time, que chegou com perigo na meta defendida pelo goleiro Victor. Na melhor delas, Mendoza driblou o arqueiro do time adversário e, sem goleiro, chutou para fora a chance de empatar ainda no primeiro tempo.
Na etapa final, a reação do Bahia veio dos pés do atacante Edigar Junio. Em boa fase, o atleta lançou para Zé Rafael e o jogador acabou derrubado após choque com Bremer, levando a arbitragem a marcar o pênalti. Na cobrança, Edigar Junio deslocou Victor e igualou o placar. Ainda aos 18 minutos, o artilheiro tricolor aproveitou cobrança de falta na área e aproveitou a sobra de bola para virar o jogo. O lance gerou polêmica por conta do assistente, que não correu para o meio do campo. Após muita conversa e pressão dos dois times, o árbitro Raphael Claus assinalou o gol.

Quando a partida se encaminhava para um desfecho feliz para o Esquadrão de Aço, Luan lançou a bola para Robinho. O camisa 7 dominou no peito e, sem deixar a bola cair, chutou no canto de Jean para igualar o placar e calar a Fonte Nova. O Bahia pressionou com Mendoza e Renê Júnior, mas não conseguiu virar o marcador. Com o resultado, o Bahia chegou a 46 pontos, estacionado na 9ª posição, distante quatro pontos da zona de classificação para a Libertadores. Na rodada seguinte, o Bahia volta a jogar na Arena, desta vez contra o Santos, na quinta-feira (16), às 20h (horário da Bahia). Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário