Médicos pedem demissão coletiva do Hospital Carvalho Luz por atrasos salariais

Em meio a reclamações de atrasos salariais, médicos diaristas do Hospital Carvalho Luz decidiram pedir demissão coletiva em 1º de novembro. A unidade fica no bairro de Nazaré, em Salvador, e é administrada pela terceirizada Instituto Fernando Filgueiras (IFF).
Segundo o Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed), a administradora está “atropelando os direitos trabalhistas”. Além dos atrasos, os trabalhadores ainda reclamam do corte de 30% nos salários com efeito retroativo aos vencimentos que ainda não foram pagos (desde julho).
“Diante da crise instalada no hospital, os plantonistas também estão pedindo a rescisão indireta do vínculo trabalhista, por absoluta falta de condições do exercício profissional atendendo ao que preconiza o Código de Ética Médica”, diz
parte da nota.
O Sindimed ainda criticou a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) pela “total indiferença aos fatos”. O órgão, por sua vez, explicou que “mantém um diálogo regular com as entidades médicas” e que os pagamentos foram realizados à terceirizada. (varelanoticias)

Nenhum comentário:

Postar um comentário