Em discurso, Alckmin deve afirmar que 'Lula será condenado nas urnas'

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmará neste sábado (9) que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) "será condenado nas urnas pela maior recessão da nossa história".
"As urnas o condenarão pelos 15 milhões de empregos perdidos, pelos milhares de lojas fechadas, sonhos desfeitos e negócios falidos. As urnas o condenarão pela frustração dos projetos de milhões de famílias levadas ao desespero, por ter sucateado o SUS e atentado contra a saúde de todos os brasileiros", diz trecho do discurso que Alckmin preparou para a convenção de amanhã, em Brasília, que marcará sua posse na presidência do PSDB.
O evento também será um lançamento informal da segunda candidatura de
Alckmin a presidente da República (foi candidato em 2006). (r7)

Nenhum comentário:

Postar um comentário