Chefe do Detran-MG soma 120 pontos no prontuário da CNH

O delegado César Augusto Monteiro Alves Júnior, que tomou posse como diretor do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) no dia 20 de dezembro de 2017, acumula 120 pontos no prontuário de motorista do órgão.
A informação foi divulgada nesta sexta-feira (5) pelo jornal “O Globo”, que teve acesso a alguns dados do dirigente, como o número da carteira de habilitação, data de nascimento e data da primeira habilitação. Com esses dados, é possível verificar no site do Detran o prontuário do condutor.
Para se ter uma ideia, um condutor que atingir 20 pontos na carteira num período de um ano, terá a habilitação suspensa. No caso do chefe do Detran-MG, o número total de pontos é seis vezes maior que o permitido pela lei em um período de 12 meses.
De acordo com o “Globo”, dos 120 pontos registrados no prontuário do delegado, 44 são referentes a infrações cometidas em 2016, 30 em 2017, 30
em 2014, e 16 em 2015.
A reportagem de O Tempo questionou o governo do Estado se Alves Júnior pode ser afastado do comando do Detran-MG pelo governador Fernando Pimentel (PT) e se o chefe do executivo sabia sobre o prontuário do delegado antes da nomeação.
Em nota, a assessoria de comunicação do Estado respondeu que “não tem conhecimento de tais dados, uma vez que são informações reservadas aos condutores, de acordo com a legislação”. Além disso, o governo de Minas Gerais disse que “entende que todo cidadão está sujeito às regras da lei”. (otempo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário