Comandante de grupamento de Bombeiros Civis faz explanação na Câmara Municipal de SAJ

Na tarde da terça-feira (24/04), a categoria de Bombeiros Profissionais Civis de Santo Antônio de Jesus, esteve na Câmara de Vereadores, onde o representante e comandante do grupamento Guardiões da Vida, Sidnei Gomes, fez uma explanação sobre a profissão de Bombeiro Civil, a qual é regulamentada através da Lei Federal 11.901 de 12/01/2009, ABNT/ NBR 14.608 e CABO – Classificação Brasileira de Ocupações do METE de n° 5171-10.
Segundo o comandante Sidnei Gomes, o vereador Uberdam Cardoso deu entrada no projeto de Lei Municipal para a Contratação Obrigatória de Bombeiros Civis em locais com grande concentração de pessoas. “Este projeto, se aprovado, trará benefícios para os gestores empresariais e também para grandes eventos que concentram grande quantidade de público”, disse Gomes. Em todo o Estado de São Paulo, e em Municípios baianos como Itabuna, Catu, Feira de Santana e Barreiras, esta Lei já foi aprovada e já entrou em vigor.
O Comandante dos Bombeiros Civis, Sidnei Gomes, deixou claro que Brigadista não é Bombeiro Civil porque Brigadista não é profissão e sim função por não possuir CBO, e os funcionários das empresas que se tornam Brigadistas têm uma formação com carga horário reduzida, conforme ABNT/NBR 14.276. Já os profissionais Bombeiros Civis têm curso com carga horária mínima de 210 horas, conforme ABNT/NBR 14.608.

“O empresário que contratar o Bombeiro Civil terá na planta da empresa um profissional capacitado, treinado e qualificado, realizando inspeções periódicas em equipamentos de combate a incêndio, realizam atendimentos de primeiros socorros e são um misto de profissional de saúde com segurança do trabalho. Estes profissionais já são uma realidade nas empresas e eventos em todo território nacional e estrangeiro”, afirmou o comandante dos Bombeiros Profissionais Civis, Sidnei Gomes.   Ascom

Nenhum comentário:

Postar um comentário