Na Bahia, 74 travestis e transexuais pedem inclusão de nomes sociais no título de eleitor

Setenta e quatro travestis e transexuais na Bahia pediram à Justiça Eleitoral a inclusão de seus nomes sociais no título de eleitor. Além disso, 29 baianos requisitaram a alteração de sua identidade de gênero no Cadastro Eleitoral. Os pedidos começaram a ser apresentados aos cartórios eleitorais no dia 3 de abril e podem ser feitos até 9 de maio para votar nas eleições deste ano já com as alterações. Em todo o estado, pessoas de 26 cidades fizeram solicitações de mudança à Justiça. Os maiores números vêm de Salvador e Itapé (no Sul do estado), onde 12 pessoas em cada pediram a inclusão do nome social. O levantamento foi realizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com base em
pedidos feitos até a última semana.

Mudança recente
Nome social é a forma como transexuais ou travestis querem ser reconhecidos socialmente. Já a identidade de gênero estabelece como a pessoa quer se identificar masculino ou feminino. A opção pela autoidentificação foi reconhecida pelo TSE no dia 1º de março deste ano.

De volta à pauta
O debate em torno da legalização dos jogos de azar voltou à pauta do Congresso nacional após ser rejeitado no Senado. A nova proposta em discussão prevê a retirada do jogo do bicho e propõe a legalização de cassinos, bingos e jogos eletrônicos. O deputado federal Bacelar (Podemos), que integra a frente parlamentar que discute o assunto, é contra. “O jogo do bicho gera milhares de empregos na Bahia”, defende. Além dele, os também deputados baianos Paulo Azi (DEM) e Elmar Nascimento (DEM) participam das conversas sobre o tema em Brasília.

Transplante de árvores
A prefeitura vai iniciar hoje o transplante de árvores que estão localizadas na área das obras dos corredores do BRT, na avenida ACM, para o Parque da Cidade. O processo seria iniciado na última semana, mas foi adiado em função das chuvas. Ao todo, serão 169 árvores levadas para o parque ou para o próprio entorno dos corredores do BRT. Os transplantes de vegetais não são novidade em Salvador. Desde 2013, mais de 300 árvores já foram transplantadas pela prefeitura, inclusive na própria Av. ACM, de onde algumas delas foram levadas para a Av. Vasco da Gama por conta da implantação de uma passarela.

"Meu objetivo principal é que tenhamos uma única candidatura, que possamos construir essa candidatura do meu partido. O meu trabalho como articulador que ajuda o grupo vai ser promover essa aliança. Tenho esperança de que isso vai acontecer na hora certa", ACM Neto, prefeito de Salvador, ao defender a unidade em torno da candidatura de José Ronaldo (DEM) ao governo pela oposição, que tem ainda o deputado João Gualberto no páreo

Acúmulo
O Ministério Público estadual (MP) abriu inquérito para apurar possíveis irregularidades cometidas por uma servidora do Instituto de Perinatologia da Bahia (Iperba). Ela, que atua como enfermeira, é investigada por acumular atividades particulares em outro estado e desempenhar a função pública na Bahia, o que seria proibido pela legislação. A apuração foi iniciada na última semana.

Nova briga
A União dos Municípios da Bahia (UPB) começou a recolher assinaturas de prefeitos para pressionar o Supremo Tribunal Federal (STF) pelo julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4917, que dispõe sobre os royalties do petróleo. O objetivo é que os recursos sejam divididos igualmente, não apenas para cidades produtoras de petróleo.

"Grande parte das pessoas não sabe o mal que está fazendo ao realizar o descarte de medicamentos no lixo comum ou no vaso sanitário. Cerca de 20% de todos os medicamentos que utilizamos são descartados de forma irregular", Targino Machado, deputado estadual, do DEM, que apresentou um projeto de lei na Assembleia Legislativa para regulamentar o descarte de medicamentos e cosméticos com data vencida ou sem uso. (correio24horas)

Nenhum comentário:

Postar um comentário