Corinthians pede desculpas após criar polêmica com grupos feministas

O Corinthians venceu o Palmeiras por 1 a 0 neste domingo (13), em jogo válido pela quinta rodada do Brasileirão. Após o jogo, o clube usou as redes sociais para provocar o rival em diversas postagens, ironizando até a dona da Crefisa, principal patrocinadora do Palmeiras, e conselheira do clube rival, Leila Pereira. Esta postagem continha a hashtag #RespeitaAsMina, usada por grupos que defendem a igualdade de gênero, e um link para uma entrevista da Folha de S.Paulo com Leila. No entanto, a publicação gerou polêmica e foi deletada posteriormente.
Alguns internautas disseram que o clube exagerou ao usar uma causa séria e importante na provocação ao Palmeiras.
Com a polêmica formada, o Corinthians emitiu uma nota com um pedido de desculpas. Confira abaixo:

O Sport Club Corinthians Paulista retirou do ar o tweet que utilizou a #RespeitaAsMinas devido a interpretação negativa que parte de sua torcida e de vários dos coletivos feministas com os quais se relacionou para construir a campanha. Em nenhum momento o objetivo da postagem foi ofender ou diminuir a importância da luta pela igualdade entre homens e mulheres em qualquer contexto. Em respeito ao lugar de fala das mulheres que se manifestaram, o clube pede desculpas aqueles e aquelas que tenham se ofendido e reitera seu compromisso com essa luta que é de todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário