PF pode ouvir hoje filha de Michel Temer

Nos últimos dias, Temer disse a aliados que não vai tolerar novos vazamentos das investigações do Inquérito dos Portos e que seria inadmissível o conteúdo do depoimento de Maristela vir a público.

A Polícia Federal estuda mudar o dia em que deve ouvir a filha do presidente Michel Temer (MDB), Maristela. De acordo com a Coluna Estadão, inicialmente ela  seria ouvida amanhã, 3, mas a diligência pode ocorrer ainda hoje, para afastar a possibilidade de tumulto. A expectativa é que Maristela explique quem pagou uma grande reforma feita na casa dela, em 2014.
A suspeita é que os gastos tenham sido quitados pelo coronel da reserva da PM João Baptista Lima Filho, antigo amigo de Temer, como forma de lavar dinheiro de propina destinada ao emedebista.
Nos últimos dias, Temer disse a aliados que não vai tolerar novos vazamentos das investigações do Inquérito dos Portos e que seria inadmissível o conteúdo do depoimento de Maristela vir a público.

Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário