Qual é a origem do feriado de Corpus Christi?

A frase em latim “Corpus Christi” foi campeã de buscas na internet na quarta-feira (30), véspera do feriado. Muitos brasileiros já marcam a data de hoje no calendário como um dia para viajar ou descansar.
O que poucos sabem é que não se trata de um feriado nacional, mas sim de ponto facultativo. Ou seja, na maioria das cidades, os empregadores não têm obrigação de liberar os funcionários. Cada empresa decide se vai ou não paralisar os serviços por um dia.
A regra é outra em cidades que aprovaram leis tornando Corpus Christi um feriado municipal. Para a alegria de quem se programa todo ano para tirar o dia de folga, muitos municípios optaram por isso. É o caso, por exemplo, do Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Maceió (AL) e Vitória (ES).
No Distrito Federal, por outro lado, esta quinta-feira será dia de ponto facultativo. E aquela “enforcada” da sexta-feira para viabilizar uma viagem ou um descanso mais longo depende, também, da boa vontade de cada empresa.
Alguns dos tribunais de Brasília, como o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Superior Tribunal de Justiça (STJ), folgarão nesta quinta-feira, mas trabalharão normalmente na sexta-feira. No Congresso Nacional, deputados e senadores devem ter nesta quarta as últimas sessões da semana.

Mas o que quer dizer Corpus Christi?

Significa, em latim, “corpo de Cristo”. É uma data móvel celebrada pela Igreja Católica sempre 60 dias depois do domingo de Páscoa ou na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade. Na tradição católica, esta quinta-feira é considerada o dia no qual Jesus Cristo instituiu o sacramento da eucaristia.
De acordo com a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), no Corpus Christi se celebra a “presença real de Jesus Cristo no pão e no vinho”.

Desde quando a data é celebrada

A festa foi instituída pelo papa Urbano IV, no dia 8 de setembro de 1264 – ele publicou uma bula papal sobre o tema, chamada de “Transiturus”, instituindo a data e concedendo indulgências às pessoas que fossem à missa neste dia. Segundo alguns biógrafos, o papa medieval incumbiu o filósofo e teólogo italiano São Tomás de Aquino (1255-1274) de redigir um rito (“ofício”) para a celebração da data.
Urbano, porém, morreu poucos anos após instituir a festa, em outubro do mesmo ano – o que acabou retardando a adoção das celebrações. A comemoração de Corpus Christi só “pegaria” para valer décadas depois, quando a data foi reafirmada pelo Concílio de Viena, em 1311.
Uma forma tradicional de celebrar é com uma procissão em alusão à caminhada do “povo de Deus” em busca da Terra Prometida.
Em Portugal, o dia é chamado também de “Corpo de Deus”, e é comemorado às vezes com procissões pelas ruas – que também acontecem em algumas cidades do Brasil. Em algumas cidades brasileiras, há o costume de adornar as ruas com “tapetes” feitos de serragem colorida e outros materiais.

Foto: BBC/Nasmalhasdalei

Nenhum comentário:

Postar um comentário