Após críticas à atuação do Bahia, Enderson se defende: "Não existe mágica no futebol"

Bahia sofreu para empatar com o Ceará e confirmar a vaga na final da Copa do Nordeste. Parte da torcida não ficou satisfeita com a atuação e vaiou a equipe ao final da partida.
Na entrevista coletiva após a semifinal, Enderson Moreira saiu em defesa do time e preferiu valorizar a classificação. "Não posso ficar lamentando. Não quero desmerecer a possibilidade de disputar uma final. Quem não valoriza isso, não sabe o que acontece no futebol. O futebol está muito equilibrado. Vocês estão acompanhando aí. Poderíamos estar passando hoje sem Argentina, sem Alemanha, equipes tradicionais. Não é do jeito que as pessoas pensam, que qualquer equipe vem e faz resultado fácil".
O técnico continuou com as justificativas e afirmou que ainda não teve tempo para fazer o time jogar do seu jeito. "Estou chegando agora. Não existe mágica no futebol. Preciso de tempo. Não é a forma que gostaríamos de jogar. Tem que
ter paciência. Gosto de enaltecer nossa equipe pela competitividade. Nada acontece com mágica. Estou há uma semana no clube. Estamos tentando alternativas dentro das possibilidades que nós temos. Sei muito bem aonde quero chegar e tenho que ter tranquilidade para isso".
Ainda sobre as dificuldades, o comandante também valorizou o adversário. "Enfrentamos uma grande equipe, que tem feito boas atuações com o Lisca. O Ceará tem conseguido jogar muito bem fora de casa nos últimos jogos. Empatou com o Botafogo e perdeu para o Atlético-MG, que é o vice-líder da Série A, nos minutos finais. É uma equipe que tem qualidade".
Já sobre a disputa do título, Enderson elogiou ABC e Sampaio Corrêa e afirmou que não espera facilidades diante de quem chegar à final contra o Tricolor. "Os dois adversários são dificílimos. Não existe isso de nós estarmos na Série A, eles em outras Séries e por isso termos alguma facilidade. Não existe preferência". (bocaonews)

Nenhum comentário:

Postar um comentário