O Presidente Michel Temer vai tirar r$1 bilhão do Fies, da Cruz Vermelha, das Apaes e das Santas Casas para financiar Segurança Pública

Medida provisória prevê retirar recursos das loterias federais para o FNSP (Fundo Nacional da Segurança Pública). Quem amargará o prejuízo será o Fies (Financiamento Estudantil), que perderá R$ 1 bilhão. A medida de Temer também cancelará os recursos repassados à Cruz Vermelha, à Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) e às Santas Casas.

“A medida provisória mexe no destino da arrecadação de loterias esportivas, de prognósticos numéricos como a Mega Sena e a LotoFácil​, as de prognóstico específicoa Timemania​​ e a Lotex (esta fora de atuação, já que o governo pretende vendê-la). O texto cria repasses para o FNSP que antes não estavam previstos e que gerarão uma arrecadação de até R$ 800 milhões já em 2018,
podendo chegar a R$ 4,3 bilhões em 2022 para a segurança.

(...)

O texto também revoga trecho da lei que determinava que deveriam ser repassados às Santas Casas e outras entidades de saúde sem fins lucrativos 3% dos ganhos com a Timemania, pelo FNS (Fundo Nacional de Saúde). O documento assinado por Temer, em vigor desde 12 de junho, tem como objetivo destinar recursos para o recém-criado Ministério da Segurança Pública, que será responsável pela implementação de um sistema único da área, nos moldes do SUS, como aprovado em maio pelo Congresso. (brasil247)

Nenhum comentário:

Postar um comentário