Portugal tenta tirar proveito da crise da Espanha em estreia na Copa

O clássico da primeira rodada da Copa do Mundo de 2018 acontece nesta sexta-feira, quando Portugal e Espanha se enfrentam a partir das 15h00 (horário de Brasília), no Estádio Fisht, em Sochi, na Rússia, pelo Grupo B, que tem ainda Marrocos e Irã.
Atual campeão da Eurocopa, o time luso, de Cristiano Ronaldo, tenta tirar proveito da crise da Fúria, que demitiu o técnico Julen Lopetegui a dois dias da estreia por ele ter sido anunciado pelo Real Madrid. Fernando Hierro assumiu o posto às pressas, mas a mudança incomodou muito os líderes do plantel espanhol, que queriam a permanência do comandante.
Hierro sabe que a pressão é muito grande, porém, evitou comentar a crise que culminou na saída de seu antecessor. O comandante preferiu focar no jogo contra os portugueses e analisou o rival, evitando concentrar as suas observações em Cristiano Ronaldo.
“Portugal não é apenas Cristiano Ronaldo. Trata-se de um time muito
equilibrado e que joga junto há muito tempo. Vamos precisar ter atenção com todos. Mas a Espanha também tem suas fórmulas para buscar a vitória”, disse Hierro.
Já Fernando Santos, comandante de Portugal, preferiu minimizar a crise rival. “Independentemente de momento e do que acontecer no pré-jogo, a Espanha será sempre um rival qualificado e complicado de ser batido. Não podemos nos iludir esperando facilidades. Vamos a campo dispostos a colocar em prática tudo aquilo que estamos fazendo nos últimos meses e que tem nos fornecido resultados interessantes nas competições que estamos disputando”, afirmou Santos.
Em termos de escalação, Portugal vai manter a base que jogou os últimos amistosos. Além de Cristiano Ronaldo, o time conta com a experiência do zagueiro Pepe, o talento dos meias Bernardo Silva e João Moutinho e a eficiência de André Silva, considerado pelo maior jogador do mundo como seu grande parceiro.
Pelo lado da Espanha, Hierro evitou fazer mudanças em relação ao planejamento de seu antecessor. A aposta continua sendo em jogadores experientes, como o zagueiro Sergio Ramos, o meia Andrés Iniesta e o atacante Diego Costa.
Pelo regulamento da Copa do Mundo, as seleções se enfrentam dentro de seus respectivos grupos em turno único. Ao fim, as duas melhores colocadas avançam para as oitavas de final, enquanto que as demais voltam para casa. (gazetaesportiva)

Nenhum comentário:

Postar um comentário