TCM pune prefeito de Santo Amaro por irregularidades em contratação

O Tribunal de Contas dos Municípios multou, ontem (7), em R$ 10 mil o prefeito de Santo Amaro, Flaviano Bomfim (DEM), por irregularidades na contratação da empresa Torres Som para prestação de serviços nos festejos de Nossa Senhora da Purificação de 2017.
O relator do processo, Paolo Marconi, afirmou que o gestor não comprovou os benefícios econômicos e financeiros para o município com gastos de mais de R$ 1,4 milhão com a contratação.
Para o conselheiro do TCM, as despesas foram "irrazoáveis", já que a cidade não tinha disponibilidade financeira para quitar as obrigações pendentes. Ainda cabe
recurso da decisão. (metro1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário