Brasil - Criminosos colocam fogo em ônibus com motorista dentro

Criminosos incendiaram um ônibus do transporte metropolitano, na noite deste domingo (22), no bairro Novo Riacho, em Contagem, na Grande BH, com o motorista dentro. Segundo a Polícia Militar (PM), ele teve queimaduras em 60% do corpo.
A vítima dirigia um coletivo da linha 7150, que fazia a linha Novo Riacho/Belo Horizonte, e disse à PM que foi rendido perto do ponto final do bairro.

“Quando ele parou, um carro parou atrás, um indivíduo ficou na direção do veículo e quatro desceram. Desses quatro, um estava armado, segundo ele. Armado, abordou ele, mandou ele abrir a porta da frente, né? Aí eles entraram, jogaram a gasolina no ônibus e colocaram fogo”, explicou o tenente Elismar Gomes.

De acordo com a polícia, os suspeitos colocaram fogo com o motorista dentro do ônibus. Por causa das chamas, ele não conseguiu sair do coletivo e foi socorrido
por funcionários de uma empresa que fica perto de onde o ônibus foi queimado.

“Eles [os criminosos] determinaram que ele ficasse dentro do veículo. Aí esperaram um pouco, nisso aí ele ficou lá dentro. Na hora que foram embora, os populares de frente, tem uma empresa transportadora de frente, eles desceram e foi lá e ajudou ele”, completou o PM.

Motorista de ônibus tem 60% do corpo queimado em Contagem, diz PM

Os populares usaram um extintor para apagar o fogo, que foi controlado e não se espalhou pelo ônibus. Um banco da parte da frente ficou destruído e algumas estruturas de plástico derreteram. Parte do teto também ficou queimada. O motorista, de 61 anos, foi levado para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte.

“Ele ficou com aproximadamente 60% do corpo com ferimentos, queimaduras, né, a princípio terceiro grau”, disse o tenente.

Segundo a PM, não havia passageiros dentro do ônibus na hora do crime. O bando conseguiu fugir e a motivação do atentado é investigada. “Não falaram nada, não deixou bilhete, não deixou nada. O pessoal falou que eles fugiram sentido a BR-381, mas de lá a gente não sabe de mais nada, qual foi a direção que eles foram”, falou o militar.
De acordo com um filho do motorista, o pai passou por cirurgias na madrugada, ele está consciente e o estado de saúde é estável.
Somente neste mês, pelo menos seis ônibus foram incendiados na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Até o momento desta publicação, a reportagem não havia conseguido contato com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros Metropolitano (Sintram). (g1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário