Moro diz que desembargador é 'incompetente' e não cumprirá ordem de soltar Lula

O juiz federal Sérgio Moro afirmou que o desembargador que ordenou a soltura do ex-presidente Lula, Rogério Favreto, "com todo respeito, é autoridade absolutamente incompetente" para tomar tal decisão. 
No despacho em que nega cumprir a soltura do petista, Moro argumenta que irá consultar o desembargador João Pedro Gebran Neto, relator do caso e, segundo ele, juiz "natural" do processo. 
"Se o julgador ou a autoridade policial cumprir a decisão da autoridade absolutamente incompetente, estará, concomitantemente, descumprindo a ordem e prisão exarada pelo completente colegiado da 8a Turma do Tribunal Regional Federal da 4a Região".
Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário