Hospital é condenado à pagar R$ 240 mil à casal que teve bebê trocado

Um casal que teve o bebê trocado em uma maternidade de Bauru, São Paulo, em 2001, será indenizado em R$ 240 mil. A decisão foi divulgada última nesta quinta-feira (2) pela 7ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP). Os pais foram informados que o bebê era do sexo masculino, mas receberam o corpo de uma menina para realizarem o enterro.

Devido à troca, na época, as mães de 14 bebês nascidos naquele dia tiveram de fazer DNA para saber se as crianças que criavam eram seus filhos.
A Associação Hospitalar de Bauru (AHB), que estava na direção da maternidade Santa Isabel, está em fase de extinção. Os advogados do hospital estudam a possibilidade de recorrer da decisão.
VN

Nenhum comentário:

Postar um comentário