Ibametro comprova irregularidades em micro-ondas da Brastemp e mais duas fabricantes

Foto: Divulgação
O Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro) comprovou irregularidades em cinco fornos micro-ondas de três fabricantes consolidados no mercado brasileiro, entre elas a Brastemp. De acordo com o órgão delegado do Inmetro na Bahia, eles que estão lesando o consumidor ao informar na embalagem do produto um volume declarado em litros incompatível com o volume útil real. A equipe da Qualidade do Instituto, coordenada pelo economista Edson Sales, fez a verificação metrológica de cada um dos cinco aparelhos apreendidos pelo Instituto. Fez a medição específica baseada em cálculo aplicado no controle metrológico de forno micro-ondas, produto certificado pelo Inmetro. A inspeção resultou em laudos técnicos que apontaram erros, nos aparelhos, muito acima da tolerância permitida, que é de até 10% (para mais ou para menos).

“Há casos em que o volume útil do equipamento chega a 27,14% a menos do volume declarado. Vamos seguir com a nossa missão de proteger o mais vulnerável na relação comercial, que é o consumidor”, destacou o diretor-geral do Ibametro, Randerson Leal.
O engenheiro Sergio Nogueira foi um dos consumidores que denunciou o caso ao Ibametro. Após o laudo técnico em mãos, ele acionou a empresa, que devolveu o dinheiro pago na compra do equipamento, cerca de R$ 800. “O meu alerta é contribuir para que as pessoas e os órgãos de controle prestem mais atenção nesses fatos”, ressaltou.
Todos os cinco aparelhos irregulares foram apreendidos pelo Órgão, e as empresas notificadas e punidas com a aplicação de multas. As empresas responderam a processo administrativo, onde tiveram a oportunidade de dar a sua versão sobre as referidas notificações.
Os consumidores podem fazer denúncias à Ouvidoria do órgão pelo whatsapp (71) 99704-2587 ou pelo telefone 0800-0711888.
BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário