Justiça determina penhora de bens do dono da lancha Cavalo Marinho I

A Justiça determinou a penhora das cotas sociais de Lívio Garcia Galvão, dono da CL Empreendimentos, empresa que era responsável pela lancha Cavalo Marinho I. A embarcação naufragou na Baía de Todos os Santos em agosto do ano passado causando 19 mortes na travessia Mar Grande - Salvador.
De acordo com publicação do jornal Correio, a decisão foi expedida pela Justiça após pedido da Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE-BA). Galvão é sócio das empresas Ala Comércio de Combustíveis, Ala Assessoria e Consultoria Administrativa e da LG Locação de Equipamentos. A medida cautelar foi solicitada em maio deste ano.
A ação movida pelo órgão estadual contra a CL Empreendimentos e a Agerba, agência que deveria fiscalizar os serviços da travessia, tramita na 16ª Vara de
Relações de Consumo. (bocaonews)

Nenhum comentário:

Postar um comentário