Motociclista morre após ter pescoço cortado por linha com cerol na Capital

Será enterrado nesta terça-feira (28), João Arcanjo Eder, de 56 anos, que morreu após ter o pescoço cortado por uma linha de pipa com cerol (mistura de vidro e cola). O caso ocorreu no domingo (26), em um trecho da Avenida Octávio Mangabeira, no bairro da Boca do Rio, em Salvador.
Ele estava a bordo de uma moto com a mulher, quando o acidente aconteceu. Familiares informaram que apesar do ferimento, João ainda conseguiu deixar o veículo, retirar o capacete e estancar o sangue com a própria camisa. Ele foi levado para o Hospital da Bahia, com um corte profundo no pescoço, com parada cardiorespiratória.
Conforme a assessoria de comunicação da unidade de saúde, João foi
reanimado e passou por uma cirurgia, porém morreu após sair do centro cirúrgico, na manhã desta segunda-feira (27). (bahia.ba)

Nenhum comentário:

Postar um comentário