Sem convencer, Vitória empata com o Cruzeiro no Barradão

O Vitória teve a chance de subir na tabela do Campeonato Brasileiro na tarde deste domingo (5), no Barradão. Mesmo enfrentando os reservas do Cruzeiro, o Leão ficou apenas no 1x1. Com o empate, o rubro-negro permanece na 14ª posição na tabela, agora com 19 pontos, mas ainda pode ser ultrapassado por Bahia e Chapecoense. Já a Raposa chega aos 25 e continua em 8º lugar.
Logo que a bola rolou sob o sol forte no inverno de Salvador, parecia que o rubro-negro baiano ia dar calor no time mineiro, que se poupou visando a Copa Libertadores. Mas foi o Cruzeiro que teve as melhores chances da primeira etapa.
A melhor chance do Leão foi uma bola mal recuada por Murilo que Walter Bou chegou dividindo com o goleiro Rafael. No resto, o Vitória passou aperto. O atacante David quase fez valer a lei do ex, chutando de longe. Rafael Sóbis acertou a trave de Ronaldo, que salvou a pátria na sequência. O goleiro rubro-negro ainda quase facilita para os mineiros soltando uma bola fácil, mas
Aderllan mostrou que estava ali para cobrir o colega.
No segundo tempo, o jogo ficou mais aberto e o Vitória cresceu. Bou cabeceou bola bem, mas passou ao lado. A Raposa devolveu, com Sóbis acertando o travessão. Na sequência, após confusão na área, Yago chutou, Rafael defendeu e, no rebote, Neilton perdeu chance incrível, acertando a trave. Yago, inclusive, já havia sofrido um pênalti minutos antes, ignorado pela arbitragem.
Quando esteve realmente melhor na partida, o Vitória fez jus à superiodade e abriu o placar no Barradão, aos 26 minutos do segundo tempo. Neilton sofreu falta de Murilo fora da área, mas o árbitro marcou pênalti. O camisa 10 não tinha nada a ver com isso e deslocou Rafael para fazer 1x0.
Porém, a torcida ainda estava comemorando quando o Cruzeiro jogou o famoso balde de água fria e empatou o jogo 3 minutos depois. Arrascaeta, que tinha acabado de entrar no jogo, levantou na área e o zagueiro Manoel cabeceou para igualar o placar.
As duas equipes foram pro abafa e o gol poderia ter saído para qualquer lado. Wallyson, que entrou no lugar do machucado Neilton, chutou bem, mas Rafael fez uma ponte. No finzinho, Manoel chegou a virar para a Raposa, mas o árbitro marcou falta do defensor em Aderllan. (correio24horas)

Nenhum comentário:

Postar um comentário