Suspeito por morte de ex-assessor parlamentar é liberado

A Polícia Civil confirmou que o motorista Luciano Pinho da Silva, 36, suspeito de participação na morte do ex-assessor parlamentar Michel Batista de Sá, 35, ganhou liberdade na manhã do dia (27).
Na madrugada do dia 21, o condutor se entregou após a Polícia Civil divulgar uma foto dele como investigado pelo crime, junto com Gabriel Bispo dos Santos, 22, hoje considerado foragido da Justiça.
Luciano foi solto após a defesa apresentar uma declaração da empresa em que o motorista trabalha, além de um registro sobre as saídas da van dirigida por ele no dia do assassinato. Por meio do GPS, viram que ele não estava no local onde teria acontecido o crime e a Polícia Civil entendeu que Luciano era inocente.

Michel foi sequestrado, torturado e morto no dia 16 deste mês, em Salvador. De acordo com o Correio, o advogado do outro suspeito, Gabriel, confirmou que o cliente cometeu o crime. Metro1/Foto : Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário