Tricolor visita o Cerro para confirmar a classificação

Embora tenha construído boa vantagem no jogo de ida, quando venceu o Cerro-URU por 2x0, em Pituaçu, o Bahia precisará confirmar a classificação para as oitavas de final da Sul-Americana nesta quarta-feira (8), às 21h45, em Montevidéu. O resultado em Salvador possibilita que o tricolor seja derrotado por um gol de diferença ou até mesmo por dois, caso marque pelo menos um, e ainda assim avance.
Apesar da vaga parecer bem encaminhada, o time de Enderson Moreira já teve um bom exemplo em 2018 para ficar com os olhos bem abertos e não vacilar diante dos uruguaios. Na Copa do Brasil, que também é disputada no formato mata-mata, o Bahia encarou o Vasco em São Januário após ter feito 3x0 na Fonte Nova. Acabou derrotado por 2x0 e por muito pouco não viu a classificação
escapar diante dos cariocas.
A partida, no entanto, serviu de lição para o grupo, que não quer repetir os mesmos erros em Montevidéu. "A gente sabe que tem a vantagem, mas a gente tem de lição o que aconteceu contra o Vasco, pela Copa do Brasil. A gente não pode entrar desligado em momento algum. Da mesma maneira que a gente teve a competência de fazer o resultado lá, eles podem aqui", disse o meia Vinicius na chegada da deleção em solo uruguaio.
Na mesma Sul-Americana, em 2014, o tricolor encarava o César Vallejo, do Peru, pelas oitavas de final da competição. Assim como aconteceu diante do Cerro-URU, venceu o jogo de ida, em casa, por 2x0 e foi decidir a vaga na cidade de Trujillo. O time peruano devolveu a derrota pelo mesmo placar e eliminou a equipe então comandada por Gilson Kleina, nos pênaltis.

Improvisação
Diante do desgaste pela sequência de jogos que o Bahia vem enfrentando, o técnico Enderson Moreira já havia sinalizado a necessidade de fazer mudanças na equipe e preservar alguns titulares.

"Minha intenção é entrar com melhor equipe possível. Temos atletas que infelizmente não vão conseguir se recuperar. Gilberto é preocupante em termos físicos. Há muito tempo não fazia uma sequência assim. Temos que avaliar. Vamos tentar colocar a melhor equipe possível. Mas alguns provavelmente não conseguirão jogar. Se não tiver esse cuidado, podemos perder jogadores lesionados", explicou após o empate com o Fluminense.

Além do provável desfalque de Gilberto, citado por Enderson, o técnico tricolor terá que improvisar na lateral direita, já que Bruno não poderá atuar por já ter sido inscrito pelo São Paulo na competição e Nino não viajou, pois ainda aprimora a parte física após se recuperar de lesão.
Diferentemente do que aconteceu no jogo de ida contra o Cerro, Flávio, que seria o mais cotado para a lateral, deve atuar no meio. Gregore e Everson, portanto, são os principais candidatos a atuar de forma improvisada. Gregore está suspenso do jogo de sábado contra o América-MG, pela Série A, por isso não deve ser poupado.
Na esquerda, Léo é outro titular que atua, já que é o único da posição à disposição na Sul-Americana. O recém-chegado Paulinho só poderá ser inscrito a partir da próxima fase, nas oitavas de final, caso o Bahia confirme a classificação. (correio24horas)

Nenhum comentário:

Postar um comentário