Chinês que incendiou karaokê e matou 18 é condenado à morte

Liu Chunlu, o homem que incendiou um karaokê no dia 24 de abril deste ano, na província de Cantão, no sul da China, matando 18 pessoas, foi condenado à morte pelos tribunais, informou nesta terça-feira (11) a agência oficial de notícias "Xinhua".
Liu foi julgado pelo Tribunal Popular Intermediário de Qingyuan, cidade onde ocorreu o fato.
O condenado afirmou no julgamento que iniciou o incêndio queimando o óleo de sua motocicleta na porta do karaokê, como "vingança" por ter sido rejeitado por uma garçonete.
O incêndio causou a morte por asfixia de 18 pessoas e deixou quatro feridos. Liu
Chunlu foi preso pelos policiais no dia seguinte do crime. (g1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário