Dallagnol atribui críticas à Lava Jato a falta de acompanhamento das fases da operação

O procurador do Ministério Público Federal, Deltan Dallagnol, atribuiu as críticas à ele, a outros procuradores da Lava Jato e à própria operação a falta de conhecimento e de acompanhamento das pessoas das fases da operação. Durante evento em Salvador nesta quarta-feira (19), Dallagnol afirmou que "a ideia de que a Lava Jato atinge mais a determinados partidos é uma ideia de quem não acompanhou as últimas 40 fases da Lava Jato".

Dallagnol defendeu ainda a necessidade de mais envolvimento dos brasileiros na política "no sentido de cidadania". "Nós não demonizamos a politica, pelo contrário, a única solução para parar a corrupção que corrói a nossa democracia é com mais democracia, com a participação da sociedade na coisa pública, a politica é o único caminho para soluções", acrescentou.
BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário