Irmãos universitários vendiam drogas sintéticas pelo WhatsApp

Traficantes especializados na venda de drogas sintéticas passaram a usar listas de transmissão por meio do aplicativo WhatsApp para atingir o maior número de usuários. Investigadores da Coordenação de Repressão às Drogas (Cord) prenderam, na manhã deste sábado (7/9), dois irmãos universitários que utilizavam o recurso para repassar ecstasy e haxixe aos compradores.
A dupla, de 22 e 24 anos, usava um flat, no Park Way, para esconder as drogas e entregar a mercadoria aos interessados.
Os policiais marcaram encontro com os traficantes e simularam a compra de 140 comprimidos de ecstasy. No momento da entrega, foi dada voz de prisão aos irmãos.
Ao vasculhar o imóvel, os investigadores ainda encontraram haxixe, maconha e
lança-perfume, além de uma balança de precisão. Os universitários foram presos em flagrante e autuados pelo crime de tráfico de drogas. (metropoles)

Nenhum comentário:

Postar um comentário