Operação da PM prende suspeito de chefiar tráfico no subúrbio ferroviário de Salvador

Um homem apontado pela polícia como chefe do tráfico de drogas de localidades no subúrbio ferroviário de Salvador foi preso nesta segunda-feira (3), durante uma operação da Polícia Militar.
Ronaldo de Jesus Santos suspeito foi capturado após denúncias, segundo informações da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), e atuava em regiões como Lobato, Baixa do Fiscal, Santa Luzia e Fias.
Com ele, foram apreendidas porções de maconha, 18 pedras de crack, munições e um carregador de pistola.
Ainda conforme a secretaria, o acusado seria também comparsa de criminosos que participaram da ação na qual o investigador da Polícia Civil Rogério Lima
Ribeiro morreu, em abril deste ano.
Buguela e o material apreendido com ele foram encaminhados para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Segundo a SSP, policiais procuram por integrantes do grupo chefiado por Ronaldo.

Morte de policial 
O policial civil Rogério Lima Ribeiro, de 46 anos, morreu no dia 27 de abril, durante uma operação na comunidade de Santa Luzia do Lobato, no subúrbio ferroviário de Salvador. De acordo com a polícia, criminosos atiraram contra os agentes após notarem a presença deles na região.
Rogério chegou a ser socorrido e foi levado para o Hospital do Subúrbio, mas não resistiu ao tiro que atingiu o tórax dele. Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), a bala atravessou a parte de tecido do colete balístico utilizado pelo policial.
Rogério Lima Ribeiro era lotado na Delegacia de Homicídios Baía de Todos-os-Santos, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Ele estava há 6 anos na Polícia Civil e deixou uma filha de 11 anos.
Após a morte do policial, três suspeitos de participarem da ação morreram em confronto com a polícia. Um deles foi identificado como Felipe Moreira dos Santos Silva, de 18 anos. Os outros dois não tiveram a identidade divulgada. (G1/bahia.ba)

Nenhum comentário:

Postar um comentário