Polícia e MP deflagram operação contra quadrilha envolvida em fraude bancária na BA e seis estados

A Polícia Civil e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, fazem hoje (17) uma operação contra uma quadrilha especializada em fraudes bancárias.
A segunda fase da ação chamada "Open Doors" é realizada na Bahia e em mais seis estados do país e busca cumprir 43 mandados de prisão e mais de 40 de busca e apreensão. Ao todo, 237 suspeitos foram denunciados.
O grupo é acusado de desviar mais de R$ 30 milhões de contas bancárias em ações realizadas entre 2016 e 2017. Na capital fluminense, pelo menos quatro pessoas tinham sido presas até 7h30.
Já em Ponta Grossa, no interior do Paraná, o cantor sertanejo Rick Ribeiro foi
preso, acusado de ser um dos hackers do grupo. De acordo com a força-tarefa, ele usaria o dinheiro das fraudes para financiar os próprios clipes.
Os envolvidos vão responder por lavagem de dinheiro, furto qualificado e organização criminosa. (metro1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário