Prefeitura de Salvador nega que caminhão apreendido com maconha seja do município

A prefeitura de Salvador negou que o caminhão apreendido pela Polícia Civil com 52 kg de maconha, no Ferry Boat, na noite de ontem (20), seja do município.
Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, o veículo foi interceptado com o suspeito Humberto Santos Gomes, que levaria a droga de Salvador para Ilha de Vera Cruz. O caminhão tinha a logomarca da Secretaria Municipal de Manutenção.
Em nota, a administração municipal informou que as empresas prestadoras de serviços de transporte à prefeitura foram questionadas. De acordo com a órgão, verificou-se que se trata de um veículo particular subcontratado de forma irregular pela empresa Roble para realizar o transporte de materiais de
construção destinados a uso em obras de escadarias na Capelinha de São Caetano.
"Diante do procedimento fora dos padrões contratuais, a prefeitura de Salvador, por meio da Seman, vai tomar as medidas cabíveis contra a Roble, que jamais deveria possibilitar o uso da marca institucional em veículos sem o devido contrato com o município", informou a prefeitura, em nota. (metro1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário