TSE defere candidatura de Bolsonaro; candidato vai estimular voto branco e nulo

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deferiu a candidatura do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência da República.
Em votação unânime, os ministros não conheceram a impugnação nem a notícia de inelegibilidade que cidadãos comuns apresentaram à Corte alegando que o deputado não poderia concorrer à Presidência por ser réu no Supremo Tribunal Federal (STF).
ESTRATÉGIA PARA VITÓRIA
Com receio de perder no segundo turno, a campanha de Bolsonaro quer sensibilizar os eleitores para que decidam a eleição já primeiro turno. De acordo com a Coluna do Estadão, do jornal O Estado de S. Paulo, ele quer sensibilizar os eleitores que não votam nele a optar por branco e nulo, reduzindo o número de votos necessários para elegê-lo já na primeira fase.
Segundo a pesquisa Ibope/Estadão/TV Globo divulgada nesta quarta (5), o capitão reformado não consegue derrotar a maioria dos seus adversários num eventual segundo turno.
BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário